O prefeito Mário Hildebrandt (Podemos) se articula nos bastidores para conseguir uma agenda com o presidente da Coteminas, Josué Gomes da Silva, que também comanda a poderosa Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesc). A ideia é entender do empresário quais são os planos da companhia para a fábrica mantida em Blumenau.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região por WhatsApp

Dois assuntos devem nortear a conversa, caso ela aconteça. Primeiro: há uma preocupação em Blumenau sobre os rumos da unidade. Além de funcionários com contratos de trabalho suspensos, a Coteminas atrasou o pagamento de salários por duas vezes em 2023, situação que provocou protestos na porta da fábrica.

Motivada pela queda na demanda de consumo, a companhia passa por um momento de reestruturação na operação industrial, como a coluna já explicou. O movimento inclui simplificação da produção e venda de ativos em outras regiões do país. Ainda não se sabe se e como isso pode se refletir na unidade blumenauense.

O segundo item da pauta de uma eventual reunião seria entender de que maneira a fábrica na cidade poderia contribuir na parceria que a Coteminas firmou com a Shein, que abriu novas perspectivas para a empresa – inclusive com valorização nas ações na Bolsa de Valores.

Continua depois da publicidade

O acordo, divulgado em abril, inclui financiamento de capital de giro e envolve um esforço para que 2 mil clientes de confecção da empresa passem a ser fornecedores da gigante chinesa, que tem planos para investir R$ 750 milhões no Brasil nos próximos três anos.

Hildebrandt já consultou o secretário da Fazenda de Santa Catarina, Cleverson Siewert, sobre possíveis incentivos fiscais que o Estado poderia conceder à empresa ao longo desse processo.

A busca pelo presidente da Coteminas se resume a uma questão central: a prefeitura quer se colocar à disposição para colaborar, ajudando a preservar a operação e os empregos gerados na cidade.

Leia também

Ambev rebate recurso da Heineken na batalha pela Oktoberfest Blumenau: “Intenção de tumultuar”

Continua depois da publicidade

Multinacional do Canadá compra herdeira de empresa de TI pioneira em SC

Empresário de Joinville vai receber a maior honraria da indústria brasileira

Tradicional Festa Nacional da Cachaça volta ao calendário de SC após quatro anos

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado pelo WhatsApp ou Telegram

Destaques do NSC Total