O Hospital Dona Helena, de Joinville, providenciou um reforço de peso para aprimorar a realização de cirurgias de alta complexidade. O centro de serviços médicos comprou o robô Da Vinci XI, que tem tecnologia de última geração e reúne o que há de mais moderno na técnica cirúrgica atualmente. Segundo a instituição, o equipamento está presente em poucos hospitais, entre eles centros de ponta como o Einstein e o Sírio Libanês, e é o único do gênero em Santa Catarina.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

O Da Vinci XI garante procedimentos menos invasivos em várias áreas, como oncologia, cardiologia, ginecologia e urologia, o que acelera a recuperação do paciente. Além disso, ele ajuda a reduzir a perda de sangue do paciente, diminui a possibilidade de infecções, usa braços tecnológicos para simular movimentos do cirurgião e transmite imagens em alta resolução.

Pelo modelo, o Dona Helena investiu cerca de 3 milhões de dólares – algo próximo a R$ 15 milhões pela cotação atual da moeda. O aporte ainda inclui outros equipamentos e a estruturação do espaço onde o robô vai operar a partir do segundo semestre.

O diretor-geral do Dona Helena, José Tadeu Chechi, diz que a aquisição faz parte do planejamento estratégico do hospital, que prevê modernização contínua do parque tecnológico e melhor assistência aos pacientes.

Continua depois da publicidade

Leia também

Hering pode mudar de mãos de novo dois anos depois de ser vendida

Ex-delegado-geral da Polícia Civil no governo Moisés se escala para o jogo das eleições

Estaleiro de SC ganha selo de fornecedor estratégico de barcos das Forças Armadas

Empresária vai fechar loja na Rua XV em Blumenau após 25 anos: “Estou cansada”

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado pelo WhatsApp

Destaques do NSC Total