Imagens preliminares apresentadas no fim da tarde desta segunda-feira (14) em uma reunião na Associação Empresarial de Blumenau (Acib) revelam como será o megacomplexo hospitalar que a Associação Congregação de Santa Catarina (ACSC), mantenedora do Hospital Santa Isabel, e a Unimed pretendem construir no bairro Vila Nova. A coluna antecipou o assunto com exclusividade na última sexta (11).

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região por WhatsApp

A ideia das parceiras é finalizar em 24 meses a torre que começou a ser construída, mas cujas obras estão paradas desde 2016, e erguer uma outra ao lado em mais 12 meses. A estrutura, finalizada, formaria um complexo hospitalar de alto padrão, com mais de 20 mil metros quadrados, 226 leitos e 17 salas cirúrgicas.

O investimento está estimado em cerca de R$ 280 milhões, com projeção de geração de 1,5 mil empregos. Na apresentação, a Unimed destacou que, além de fortalecer o polo de saúde de Blumenau, o novo hospital compensaria uma oferta de leitos na cidade abaixo da considerada ideal, além de ajudar a descentralização do atendimento à população.

A ACSC e a Unimed Blumenau já acertaram as bases do negócio, que prevê um contrato de 60 anos. Para sair do papel, porém, o projeto ainda precisa ser aprovado pelos membros da cooperativa em assembleia geral, que deve ocorrer em setembro.

Continua depois da publicidade

Veja imagens do projeto, que ainda pode sofrer alterações

Leia também

Shopping de SC vai parar na badalada Times Square em Nova York

Com estreias, Oktoberfest Blumenau confirma 10 cervejarias artesanais, mas ainda há vagas

A outra empresa que também queria a antiga fábrica da Malhasoft em Blumenau

Karsten quer abrir mais lojas e avalia nova filial em Minas Gerais

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado pelo WhatsApp

Destaques do NSC Total