nsc
nsc

Transporte coletivo

Justiça determina leilão de bens ligados à Glória, antiga empresa de ônibus de Blumenau

Compartilhe

Pedro
Por Pedro Machado
15/05/2021 - 15h30
Glória
Empresa era a líder do antigo Consórcio Siga, responsável pelo transporte coletivo até 2016 (Foto: Gilmar de Souza, BD)

O juiz Roberto Masami Nakajo, gestor de execuções do Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região (TRT-SC), determinou que bens ligados à empresa Nossa Senhora da Glória, líder do antigo Consórcio Siga, sejam leiloados.

> Receba notícias de Blumenau e do Vale pelo WhatsApp

A decisão, do dia 19 de abril, consta em uma ação de execução fiscal contra a empresa movida pelo Sindetranscol, sindicato que representa motoristas e cobradores do transporte coletivo de Blumenau. Os trabalhadores até hoje cobram direitos trabalhistas não pagos após o rompimento do contrato do Siga, no início de 2016.

A lista de 25 bens que vão a leilão inclui seis terrenos, além de seis salas, quatro lojas e nove vagas de garagem de um prédio comercial. Juntos, eles estão avaliados em R$ 12,28 milhões. Os lances poderão ser dados a partir das 14h45min do dia 12 de julho pelo site www.centralsuldeleiloes.com.br.

Caso não apareçam interessados, o juiz autorizou que a leiloeira nomeada faça, em até dois meses, a venda direta dos bens, desde que por um valor 50% superior ao de avaliação.

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado sobre economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região pelo WhatsApp ou Telegram

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Mais colunistas

    Mais colunistas