nsc
nsc

Opinião

Novo centro de eventos de Balneário Camboriú eleva SC a outro patamar do turismo

Compartilhe

Pedro
Por Pedro Machado
22/05/2022 - 07h11 - Atualizada em: 23/05/2022 - 09h55
Espaço recebeu evento-teste durante abertura nesta semana
Espaço recebeu evento-teste durante abertura nesta semana (Foto: Guma Miranda, Divulgação)

De portas enfim abertas, o novo centro de eventos de Balneário Camboriú tem tudo para alçar o turismo de Santa Catarina a outro patamar. Há potencial de sobra para impulsionar a economia não apenas da cidade-sede – que já se movimenta para ampliar a rede hoteleira –, mas também de regiões próximas.

> Receba notícias de Blumenau e do Vale pelo WhatsApp

A gigantesca estrutura de 33 mil metros quadrados erguida às margens da BR-101 reúne um combo de atrativos: infraestrutura moderna, espaços amplos e modulares prontos para receber qualquer tipo de exposição, celebração ou show e praça de alimentação permanente com 10 operações gastronômicas, incluindo churrascaria. Pelo que se viu até agora, não deixa a desejar em nada.

A cereja do bolo, porém, está no entorno. Instalado em uma rodovia duplicada, próximo de quatro aeroportos e com o badalado balneário de plano de fundo, o Expocentro se torna um concorrente difícil de ser batido no mercado de eventos. Poucos espaços no Brasil deste porte têm, além de uma condição logística tão privilegiada, praias exuberantes e uma vida social agitada do outro lado da rua. Neste ramo, o glamour também conta.

É compreensível que o Expocentro, pela infraestrutura e fator novidade, passe a ser a alternativa número um de promotores para grandes feiras e eventos no Estado. Isso, aliás, já começou a acontecer. Exposições que tradicionalmente ocorrem em outras cidades catarinenses já confirmaram ou negociam agenda com o espaço.

Por outro lado, será um erro enxergá-lo como um “monopolizador” de eventos, como se temeu quando ele foi projetado. O Expocentro é, isto sim, o mais novo cartão de visitas de Santa Catarina. Associações e entidades ligadas ao turismo podem e devem explorá-lo como um propulsor da atividade regional. Um congressista que vem a Balneário Camboriú pode muito bem esticar a viagem e conhecer Blumenau ou Pomerode, por exemplo.

Está dada nova oportunidade de ouro para consolidar uma política de promoção conjunta dos destinos turísticos do Vale. Se ela for bem aproveitada, Balneário Camboriú não será a única a contabilizar ganhos.

Mais investimentos

O Expocentro começou a ser erguido em 2015 e até agora demandou investimentos de R$ 142 milhões, mas ainda há o que fazer. O consórcio que administra o espaço tem dois compromissos pendentes: pavimentar o estacionamento e construir uma nova marginal, orçada em R$ 4 milhões, para facilitar o acesso dos veículos. As obras começam agora.

Receba notícias e análises do colunista Pedro Machado sobre economia, negócios e o cotidiano de Blumenau e região pelo WhatsApp ou Telegram

Leia também

Startup de Blumenau levanta R$ 8 milhões com venda de 35% do negócio a empresa gaúcha

WK contrata executivo de tecnologia com passagens por Senior e HBSIS

Licitação do Centro de Convenções de Blumenau avança e obra está mais perto de começar

Tok&Stok vai abrir nova loja em Joinville e mira outros mercados de SC

Cervejaria que já participou da Oktoberfest Blumenau é vendida para concorrente

SC pode ter festival sul-americano de cerveja com marcas do Brasil, Argentina e Uruguai

Empresa de Blumenau mira Bolsa de Valores, 400 novas vagas e unidade no exterior

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Pedro Machado

Colunista

Pedro Machado

Um olhar especializado na economia e nos negócios dos setores pulsantes de Blumenau e região.

siga Pedro Machado

Mais colunistas

    Mais colunistas