O bloqueio de estradas em Santa Catarina por caminhoneiros que não concordam com o resultado da eleição presidencial brasileira provoca um prejuízo de cerca de R$ 100 milhões na arrecadação estadual.  

Continua depois da publicidade

Receba notícias do DC via Telegram

Os atos que iniciaram após a divulgação do resultado, na noite de domingo (30), afetam o transporte de vacinas, combustíveis, cargas, pacientes e o direito de ir e vir do trabalhador e cidadãos.

Na paralisação dos caminhoneiros em junho de 2018 foram 11 dias e com uma queda de R$ 400 milhões na arrecadação catarinense. Por dia, são R$ 36,3 milhões que, atualizados pelo IPCA, dão R$ R$ 47.092.869,85. Neste sentido, em dois dias de paralisação, estima-se a queda de arrecadação em Santa Catarina em quase R$ 100 milhões.

No Brasil, os atos de 2018 provocaram uma queda de 1,2 % no PIB, segundo cálculo do Ministério da Fazenda.

Continua depois da publicidade

Leia mais:

Jorginho pode manter nome do colegiado de Moisés

Bloqueio de estradas em SC é tiro no pé

Bolsonaro perdeu para ele mesmo

Destaques do NSC Total