nsc
nsc

Polêmica

Corte de árvores no Jardim Botânico de Florianópolis antecede mudanças no local; entenda

Compartilhe

Renato
Por Renato Igor
21/10/2021 - 05h32 - Atualizada em: 21/10/2021 - 09h49
Mudanças no Jardim Botânico
Mudanças no Jardim Botânico (Foto: Arquivo pessoal)

O corte de quatro árvores está chamando a atenção dos frequentadores do Jardim Botânico do bairro Itacorubi, em Florianópolis. Além disso, há uma grande área em que houve a limpeza do terreno e retirada da vegetação existente. O novo cenário causa apreensão entre os moradores da região. Vinícius Ragghianti, presidente da Associação Catarinense de Engenheiros Sanitaristas e Ambientais demonstra preocupação.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

— O que se sabe é que há um parecer da Floram autorizando a remoção de 4 árvores que estariam mortas/secas e oferecendo risco ao local. Este mesmo parecer orienta os cuidados que devem ser observados nesta remoção. Os relatos de cidadãos que acompanham a movimentação na área sugerem que houve mais de 4 árvores sendo removidas.

Cabe um esclarecimento da prefeitura informando e comprovando que seguiu a orientação do órgão ambiental municipal. Entendemos que esse tipo de intervenção, em um espaço urbano de capital natural tão valioso, não pode ser tocado pra frente sem um mínimo trabalho de comunicação com a comunidade. Mais que isso, sabemos que as árvores no espaço urbano são verdadeiros ativos do patrimônio municipal. Estas árvores precisaram de algumas dezenas de anos para se formar e temos que ter um projeto muito bom para estas substituições, ainda que sejam inevitáveis da perspectiva do risco que eventualmente elas possam oferecer. De qualquer forma, há muitos anos que a comunidade espera um parque com mais árvores e não com menos — afirmou Ragghianti.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente esclarece que são duas situações distintas. Uma é a retirada de quatro árvores antigas, com autorização da Floram, já na área consolidada do Jardim Botânico. As árvores apresentam aparente “biodeterioração e podridão do caule” e “oferecem riscos de quebra de parte e até mesmo de toda a estrutura”. A segunda questão envolve a ampliação em cerca de 20 mil m ². A Secretaria informa que está limpando o capim de um local que era utilizado no passado pela Escola Agrícola da Epagri e que no local serão plantadas árvores nativas e frutíferas. A ideia é ampliar o tamanho do parque com um espaço em que as pessoas possam desfrutar do espaço público e para contemplação. A pasta admite que houve um acidente na limpeza do terreno e uma árvore acabou caindo, mas logo foi replantada. A prefeitura informa que a ação foi aprovada pelo Comitê Gestor do Jardim Botânico.

Leia Mais:

Transporte marítimo da Grande Florianópolis avança com estudo de batimetria

Postos contrariam Fazenda e dizem que gasolina vai subir em SC

Supermercados cobram frigoríficos para redução do preço da carne em SC

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Mais colunistas

    Mais colunistas