nsc
nsc

Levanta a cancela

Fila e demora garantem gratuidade do pedágio na BR-101 em SC; entenda

Compartilhe

Renato
Por Renato Igor
07/11/2021 - 08h26
Contrato prevê abertura de cancela com demora  e fila
Contrato prevê abertura de cancela com demora e fila (Foto: Divulgação / Arteris)

Existem cláusulas nos contratos firmados entre as concessionárias de rodovias e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) em que dependendo da fila e da demora no pedágio é preciso liberar a passagem sem custo ao usuário. No caso do trecho sul da BR-101, segundo a CCR Via Costeira, nos dias da semana a fila pode ser de no máximo 200 metros e nos finais de semana e feriados, 400 metros. Nos dois casos, o tempo de espera não pode superar 15 minutos. 

> Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

Para o trecho norte, sob a gestão da Arteris, o contrato estabelece que em condições normais da rodovia as filas máximas não devem ultrapassar 300 metros de extensão e o usuário não deve permanecer mais de 10 minutos na fila. Se, por um acaso, esses limites forem atingidos, a concessionária deverá liberar a passagem. Porém isso é muito raro e não há registros recentes de que aconteceu.

A ANTT faz monitoramento online com imagens de todas as praças de pedágio. É da agência reguladora a responsabilidade pela fiscalização.

Leia Mais:

Procon SC notifica iFood após restaurantes terem nomes alterados no aplicativo

Novos radares da BR-101 em SC devem começar a funcionar em dezembro

Mudança no Plano Diretor de Florianópolis fica para 2022

Verão em SC vai gerar 20 mil empregos; saiba onde

Vereadora de Florianópolis quer derrubar o passaporte da vacina

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Mais colunistas

    Mais colunistas