nsc
nsc

Congestionamentos

Filas no trânsito de Florianópolis têm solução? Veja as medidas para resolver

Compartilhe

Renato
Por Renato Igor
04/01/2022 - 08h10 - Atualizada em: 04/01/2022 - 10h45
SC-401, que dá acesso às praias do Norte da Ilha, em Florianópolis, registra longas filas
SC-401, que dá acesso às praias do Norte da Ilha, em Florianópolis, registra longas filas (Foto: Tiago Ghizoni, Diário Catarinense)

Já escrevi aqui neste espaço que não há solução para os congestionamentos em Florianópolis no verão. Que destino turístico em alta temporada sempre é perrengue. Exemplos, pelo mundo, não faltam. Entretanto, é possível melhorar o trânsito e reduzir os congestionamentos com boa gestão.

> Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

Corredor de ônibus

Um transporte coletivo eficiente que seja capaz de atrair o usuário a deixar o carro na garagem e ir de ônibus ajudaria e muito. Corredores exclusivos de ônibus iriam garantir a agilidade desse meio de mobilidade. Infelizmente, não há nenhuma perspectiva no curto prazo.

Existem, porém, medidas práticas que poderiam ajudar bastante a mitigar as filas no verão na ilha.

Carga e Descarga

Caminhões de carga e descarga provocam o caos nas ruas da cidade. Há regras e horários que não são respeitados. A fiscalização, que parece não existir, ocorre mais no centro. Nas praias, como nos Ingleses, é uma desgraça. Ruas estreitas e os veículos estacionam bloqueando metade da pista e da calçada, fazendo a dupla função de atrapalhar o trânsito e pedestres, provocando muitas filas desnecessárias.

Estacionamento

O estilo “vida loka” do turista, a falta de educação e fiscalização formam a combinação desastrosa do clima de “vale tudo” em Florianópolis. Carros estacionados em servidões onde nem o caminhão do lixo consegue atravessar e veranistas que deixam seus veículos de qualquer maneira perto da praia, impedindo, inclusive, o ônibus de concluir o seu itinerário, como ocorreu na praia da Daniela, no norte da Ilha, no último final de semana.

Ônibus não consegue completar o itinerário na praia da Daniela, norte da Ilha
Ônibus não consegue completar o itinerário na praia da Daniela, norte da Ilha
(Foto: )

Cones

O cone tem uma função. Ele sinaliza, demarca, afunila o trânsito para provocar redução de velocidade e facilitar a fiscalização. Na SC-401, por exemplo, na praça do pedágio, onde há também um posto da Polícia Militar Rodoviária, muitas vezes ele é utilizado sem função, provocando muitas filas. O exemplo é do último sábado (1) ensolarado no fim de tarde de volta da praia. A fila estava do trevo de Jurerê à praça do pedágio. Não havia fiscalização alguma, e o motivo da fila era apenas o afunilamento provocado pelos cones.

Existem outras tantas medidas importantes, como circulação de veículos pesados, sinalização adequada, inteligência na fiscalização, adequação dos semáforos que precisam, também, estar sempre no radar. 

Leia Mais:

Gestão privada e política fiscal agressiva explicam os R$ 2 bi em importações no aeroporto de Florianópolis

Reforma do Centro Histórico de Florianópolis é criticada por ex-superintendente do Ipuf

A economia vai ditar o jogo da eleição

Decisões sobre tarifa de ônibus de Florianópolis são boas, problema é o futuro

Concessionária nega relação das filas com as praças de pedágios na BR-101

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Mais colunistas

    Mais colunistas