nsc
nsc

Política

Impeachment em SC: tendência é pela volta de Moisés, mas nenhum resultado irá surpreender

Compartilhe

Renato
Por Renato Igor
07/05/2021 - 05h28
Carlos Moisés
Carlos Moisés (Foto: Diórgenes Pandini/NSC)

A tendência é que Carlos Moisés da Silva volte a ocupar o cargo para o qual foi eleito a partir da próxima semana. Entretanto, qualquer que seja o resultado, não será surpresa. Quem garante que não teremos um novo Sargento Lima ou Laércio Schuster com votos não previstos anteriormente ? A política é dinâmica. O ex-governador de Minas Gerais, Magalhães Pinto, ensinou: “Política é como nuvem. Você olha e ela está de um jeito, olha de novo e ela já mudou”.

Receba as principais notícias de Santa Catarina no WhatsApp

A semana começou ruim para Carlos Moisés mas terminou boa. Na terça-feira (4), houve o voto pesado da procuradora Lenir Piffer, para desarquivar as investigações sobre a responsabilidade de Carlos Moisés (PSL) na compra dos respiradores. Entretanto, na véspera do julgamento, na noite de quinta-feira (6) a defesa do governador afastado conseguiu anular a sessão com recurso no Conselho Nacional do Ministério Público após alegar que não teve acesso ao processo. Além disso, todas as tentativas de adiar a sessão desta sexta-feira (7) fracassaram.

O que vale, por ora, é a decisão do Procurador-Geral de Justiça, Fernando Comin, que arquivou a investigação por falta de provas e indícios da culpa de Moisés na compra dos respiradores. O “fato novo” não existe e não está nos autos.

O que temos, de concreto, é a posição de todos os órgãos de controle que apontam não terem identificado participação criminosa de Moisés, além da decisão do STJ pelo arquivamento - este sim um fato novo em relação à votação pela admissibilidade. Somente a completa falta de constrangimento justificaria apear do poder quem foi eleito pelo voto popular nestas condições. O Impeachment precisa da combinação crime, barulho das ruas e perda de influência no legislativo.

Entretanto, caciques políticos influentes em Santa Catarina apoiam Daniela Reinehr de olho em 2022. Entre eles, na boca pequena, já se comenta que um não adiamento da sessão desta sexta-feira representa a volta de Carlos Moisés. Mas o jogo é pesado e só termina quando o juiz apita. A conferir. Santa Catarina precisa virar essa página o quanto antes.

Leia Mais:

Exame de sanidade mental para autor de ataque a creche em SC é negado pela Justiça

Pai de criança morta no ataque a creche em SC chora e desabafa: "Um anjinho"

Em ataque a creche de SC, professoras trancaram crianças na sala de aula para evitar mais mortes

Cenas de horror e gritos por socorro: professora relata desespero durante ataque a creche em SC

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Mais colunistas

    Mais colunistas