nsc
nsc

Mais areia

Pesca da tainha em Florianópolis irá atrasar alargamento de praias; entenda

Compartilhe

Renato
Por Renato Igor
01/09/2021 - 16h48
Praia de Canasvieiras após o engordamento da faixa de areia
Praia de Canasvieiras após o engordamento da faixa de areia (Foto: PMF/Divulgação)

Três praias de Florianópolis terão engordamento de sua faixa de areia para a temporada 2022/23. A pesca da tainha, entretanto, dilatou os prazos para a realização das obras. Esta é a expectativa da prefeitura capital, que aguarda a elaboração de três projetos de engenharia já contratados relativos a obras em praias da Ilha. 

> Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

No caso dos Ingleses e de Jurerê Tradicional, na região norte, para alargamento da faixa de areia, em 45 metros, e, na Armação, no Sul da ilha, para desassoreamento do Rio Sangradouro e construção de um molhe (similar a uma barreira de pedras tal como foi feito na Barra da Lagoa), onde as ondas baterão e haverá o engordamento da faixa de areia de forma natural com o passar dos anos.

Canasvieiras antes do engordamento da faixa de areia
Canasvieiras antes do engordamento da faixa de areia
(Foto: )
Canasvieiras após o engordamento da faixa de areia
Canasvieiras após o engordamento da faixa de areia
(Foto: )

O executivo municipal acredita que os projetos sejam enviados ao Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), acompanhados dos estudos ambientais simplificados (já que os engordamentos envolvem menos de 500 mil metros cúbicos em cada praia e não vão precisar de Estudo de Impactos Ambientais, o EIA/Rima), para que o órgão conceda a Licença Ambiental Prévia (LAP), o que estima-se que aconteça em maio de 2022 – sendo que essa LAP precisará ser encaminhada à Capitania dos Portos e ao Serviço de Patrimônio da União (SPU).

Depois disso, a prefeitura poderá lançar as licitações correspondentes às contratações das empresas que vão executar as obras e, durante o prazo do processo licitatório, fará as condicionantes ambientais para buscar junto ao IMA a Licença Ambiental de Instalação (LAI).

Somente após o recebimento da LAI é que a Prefeitura terá condições de dar as ordens de serviços para início das obras. Mas, como no período entre 1º de maio e 31 de julho acontece a safra da tainha, a probabilidade é que as obras comecem em agosto de 2022 e sejam concluídas no início de dezembro, antes da alta temporada.

Em 2019, a prefeitura de Florianópolis realizou o alargamento da faixa de areia em Canasvieiras.

“Com a experiência, verificou-se que o investimento se paga em cinco anos com a geração de emprego e renda na região alavancada pela obra”, disse o prefeito Gean Loureiro.

Leia Mais:

Extração de petróleo mais próxima de SC ficará a 90 km do litoral

Exploração de petróleo em SC tem sete empresas na disputa; veja quais

Estiagem em SC: racionamento de água é descartado

Governo de SC vai lançar edital para construção de túnel entre a Serra e o Sul

“Via marginal é subaproveitada”, diz PRF sobre proibição de motos na BR-101

PRF quer proibir motos na BR-101 entre Biguaçu e Palhoça

Auxílio financeiro para aluno carente avança em SC

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Renato Igor

Colunista

Renato Igor

Apresentador e comentarista na CBN Diário e NSC TV, Renato Igor faz análises e traz as notícias sobre o que acontece em Santa Catarina e o que influencia os rumos do Estado.

siga Renato Igor

Mais colunistas

    Mais colunistas