O prefeito de Florianópolis, Topázio Neto, quer que a Polícia Civil (PCSC) tenha acesso a todos os procedimentos e documentos internos do Executivo Municipal. A intenção é prevenir e auxiliar em casos de corrupção.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

A manifestação ocorreu na última sexta-feira (25) durante o primeiro seminário anticorrupção. O encontro com servidores e gestores de secretarias é fruto de um convênio já formalizado entre a prefeitura e a Polícia Civil de Santa Catarina. 

Além da capacitação, um canal de denúncia exclusivo para procedimentos internos do município será criado para os servidores.

No início de 2023, com a reforma administrativa, foi criada a Controladoria-Geral de Florianópolis. A frente dela, está Rodrigo Debona, servidor cedido da Controladoria-Geral da União. 

Continua depois da publicidade

No início do ano foi assinado um convênio com a Polícia Civil. 

Controle interno e transparência plena são medidas fundamentais no combate à corrupção.

Leia Mais:

Santa Catarina estuda a criação de uma nova polícia

Entenda por que prefeitos presos na Operação Mensageiro renunciaram aos cargos

Kitinete valoriza mais do que apartamento de luxo em Florianópolis

Destaques do NSC Total