A governadora de Santa Catarina, Daniela Reinher, afirmou em nota que é “contrária ao nazismo” e que é “amiga de Israel e dos judeus”. A afirmação ocorre 48 horas após ela ter sido questionada, pela primeira vez, a respeito da posição de seu pai Altair Reinehr, negacionista do holocausto e admirador de Hitler.

Continua depois da publicidade

> Quer receber notícias por WhatsApp? Inscreva-se aqui

Confira a nota na íntegra:

”Antes de mais nada é preciso declarar que sou contrária ao nazismo, assim como sou contrária a qualquer regime, sistema, conduta ou posicionamento que vá contra os direitos individuais, garantias de segurança ou contra a vida das pessoas, e sinceramente, pensei ter deixado isso claro quando fui questionada durante entrevista coletiva concedida na terça-feira (27/10), independente das palavras usadas.

Consigo entender a reação das pessoas ante o posicionamento que me imputaram, e principalmente porque isso aconteceu de forma injusta, a partir de uma atitude antiética, que apresentou um vídeo editado, com uma pergunta alterada. Sou amiga de Israel e dos Judeus, e qualquer ilação contrária não corresponde com a verdade.

Continua depois da publicidade

Daniela Cristina Reinehr Governadora Interina do Estado de Santa Catarina Florianópolis, 29 de outubro de 2020.”

Leia mais:

Opinião: Daniela Reinehr precisa negar absurdos ditos pelo pai

O cenário político indica que Daniela Reinehr precisa ir com calma

Os recados na primeira fala oficial de Daniela como governadora de SC

Foi dada a largada para a ‘operação salva Moisés’ na Assembleia Legislativa

Destaques do NSC Total