nsc
nsc

publicidade

Alvinegro

Figueirense termina o campeonato sem vitória, mas com apoio da torcida

Compartilhe

Roberto
Por Roberto Alves
02/12/2019 - 11h42
Torcida Figueira
Foto: Tiago Ghizoni/DC

Foram 60 jogos em 2019, sendo 28 empates, 15 derrotas e 17 vitórias. O Figueirense marcou 52 gols e sofreu 54. O principal objetivo foi alcançado. Ou seja: a permanência na Série B.

Mas o ano terminou sem vitória no Orlando Scarpelli, o que seria o grande presente à torcida que em momento algum abandonou o time.

Um ano para não esquecer e tirar dele várias lições.

Final diferente

Ao termino do jogo com o Operário-PR, os jogadores foram cumprimentar a torcida como forma de agradecer pelo apoio.

Isolado, o técnico Pintado se dirigiu para o vestiário e não participou do momento, deixando dúvida quanto a permanência no comando do time.

Na coletiva

Técnico Pintado, do Figueirense.
Técnico Pintado, do Figueirense.
(Foto: )

Pintado disse que não há nada definido e segunda-feira vai conversar com o presidente.

Não senti firmeza quanto a continuação dele no clube em 2020. Tive até a impressão de que, num primeiro encontro com o presidente do Figueirense, alguma coisa aconteceu que o técnico não gostou. Talvez algum tipo de planejamento. Penso que o maior problema será financeiro.

O Figueirense deve mudar o patamar salarial para o ano. Sem loucuras e com os pés no chão.

Renovações

Betinho, Figueirense
Jogador pode deixar o clube em 2020.
(Foto: )

Betinho disse que não foi procurado ainda pela direção. Quase se despediu.

Rafael Marques, Felipe Matheus, e grande maioria do elenco têm compromissos com outros clubes e dificilmente ficarão. O que é certo é que a base (e os jogadores que pertencem ao clube) serão os protagonistas no ano que vem, pelo menos no estadual.

Haverá uma ampla reformulação, o que eu também faria. O time deste ano é muito limitado e pouquíssimos são os jogadores que ficarão. A partir de segunda-feira, muita coisa vai mudar no Figueirense.

Homenagens

Vale a pena registrar a presença de quase oito mil torcedores no jogo de sábado contra o Operário.

Funcionários mais antigos do clube também foram homenageados, entrando em campo com os jogadores. A torcida apoiou o time o jogo inteiro e aplaudiu ao apito final, reconhecendo o esforço feito.

Quem subiu

A grande surpresa foi o América-MG. Precisava apenas empatar em casa diante do lanterna e rebaixado São Bento.

Perdeu o jogo e permanecerá na Série B. Especulações existem de que o time de Sorocaba foi estimulado por uma grande gratificação do Atlético Goianiense para vencer o jogo.

Bragantino e Sport já estavam. Entraram nesta ultima rodada o Coritiba e o Atlético Goianiense.

Leia as últimas notícias esportivas no NSC Total

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

Roberto Alves

Colunista

Roberto Alves

Referência por resgatar a memória do Esporte catarinense, fatos do dia a dia e pitorescos, misturando bom humor e seriedade na dose certa.

siga Roberto Alves

Últimas do colunista

Loading interface...
Roberto Alves

Colunista

Roberto Alves

Referência por resgatar a memória do Esporte catarinense, fatos do dia a dia e pitorescos, misturando bom humor e seriedade na dose certa.

siga Roberto Alves

publicidade

publicidade

Mais colunistas

    publicidade

    publicidade

    Mais colunistas