nsc
nsc

SEM CERTIFICADO DE REGULARIDADE

Adriano defende reforma da Previdência em Joinville e alerta para risco de paralisação de obras

Compartilhe

Saavedra
Por Saavedra
12/02/2021 - 08h50
Prefeitura de Joinville alega ter perdido certificado por causa do atraso na reforma da Previdência
Prefeitura de Joinville alega ter perdido certificado por causa do atraso na reforma da Previdência (Foto: Mauro Schlieck, arquivo pessoal)

Na live semanal, o prefeito Adriano Silva voltou a defender a aprovação da reforma da Previdência em Joinville. “Se não fizermos, quase 60 obras em Joinville terão impacto financeiro e poderão ser paralisadas enquanto a reforma não acontecer”, alegou o prefeito. A referência de Adriano é ao certificado de regularidade previdenciária (CRP), documento “vencido” desde 18 de janeiro por causa da ausência da reforma, segundo a prefeitura: sem a regularização, o município tem bloqueio de repasses de recursos, o que afeta obras. Até a semana passada, R$ 908 mil deixaram de ser enviados, mas não houve impactos nas obras porque a prefeitura está fazendo os pagamentos com recursos próprios.

> Joinville já enfrenta bloqueio de recursos por causa da falta de certificado

> Para reduzir déficit, prefeitura de Joinville quer reforma da Previdência mais ampla

> Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

Os dois projetos da reforma da Previdência municipal devem ser enviados à Câmara até o final de deste mês. Uma das propostas aplica em Joinville a maioria dos dispositivos da reforma nacional de 2019, com elevação da alíquota e aumento nos tempos e idades de contribuição, por exemplo. O outro projeto trata da criação da previdência complementar. A reforma também quer reduzir o déficit atuarial (aportes do município para manter a viabilidade do sistema), hoje em R$ 900 milhões e com possibilidade de chegar a R$ 1,2 bilhão se nada for feito. O Sindicato dos Servidores de Joinville está preparando mobilização de resistência.

Na live, a vice-prefeita Rejane Gambin citou que a reforma em Joinville é uma imposição nacional e Joinville precisa se adequar à lei federal. Adriano lembrou que a reforma não foi feita no governo anterior e lamentou a perda do certificado. “É fundamental que a reforma aconteça o quanto antes e que a Câmara vote a favor dela para que a gente possa ter o certificado de regularidade”, afirmou o prefeito de Joinville.

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Mais colunistas

    Mais colunistas