nsc
nsc

PACOTE DA BR-280

Com mais rodovias estaduais, nova concessão no Norte até 2023 é incerta

Compartilhe

Saavedra
Por Saavedra
12/09/2021 - 16h42
Rodovia do Arroz faz parte do estudos de concessão em conjunto com a BR-280
Rodovia do Arroz faz parte do estudos de concessão em conjunto com a BR-280 (Foto: Mauro Schlieck, CVJ, Divulgação)

As rodovias de acesso a Garuva e Itapoá são as “novidades” na região Norte na resolução publicada na sexta pelo governo federal sobre futuras concessões conjuntas de estradas federais e estaduais. A Rodovia do Arroz (entre Joinville e Guaramirim) e Estrada Dona Francisca (Joinville e Campo Alegre) já vinham sendo mapeadas para o pacote da BR-280. Agora, as SCs 416 e 417 também estão na lista.

> SC vai ter pedágios em 24 rodovias estaduais; veja os locais

> Receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

A resolução do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos, ligado ao Ministério da Economia, listou outras rodovias em Santa Catarina para a futura concessão. Os estudos sobre a concessão serão realizados pela Empresa de Planejamento e Logística. O planejamento é lançar realizar o leilão até o final de 2023, prazo improvável de ser cumprido em uma concessão que terá a oferta da BR-280 – a duplicação não terá avançado até lá em ritmo suficiente para ter uma tarifa competitiva.

A BR-280 apareceu em programa de concessões em 2015, logo após o início da duplicação do segmento entre São Francisco do Sul e Jaraguá do Sul. Só que, como as obras estavam no começo, a tarifa ficaria elevada demais caso a conclusão dos trabalhos ficasse de responsabilidade da futura concessionária. O contrato da BR-101 Norte previu uma série de obras, mas a estrada foi concedida após a duplicação.

COM RODOVIAS ESTADUAIS

Em 2017, as tratativas passaram a incluir as rodovias estaduais SC-418 e SC-108 em trechos próximos a Joinville – os dois segmentos escolhidos ligam as BRs 101 e 280. O governo do Estado passou a estudar o modelo em outras regiões de Santa Catarina. Uma das alternativas para ampliações (terceira faixa, duplicação etc) das rodovias estaduais seria o gatilho de tráfego: a partir de determinado volume de veículos, as pistas teriam de ter maior capacidade.

No entanto, sem o avanço da duplicação da BR-280 é improvável a concessão da rodovia. O repasse de R$ 50 milhões do Estado vai colaborar nas obras do lote entre São Francisco do Sul, o mais atrasado. No entanto, a conclusão da duplicação, cuja execução não chegou nem à metade do previsto, ainda não tem prazo.

> Novo modelo de pedágio do PR será diretriz para futuras concessões, inclusive em Joinville

> Construção de elevado em Joinville tem empresa definida e obra inicia até novembro

> Joinville mantém sonho de contorno viário; proposta tem traçado de 73,5 km

> Joinville prevê 17 locais para novos passeios para pedestres e ciclistas, veja lista

> Joinville tem projeto para “parques flutuantes”, com seis locais mapeados

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Jefferson Saavedra

Colunista

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

siga Saavedra

Mais colunistas

    Mais colunistas