O governo do Estado está preparando novo mapeamento dos imóveis públicos em Joinville, em parceria com a prefeitura de Joinville – outras cidades também terão levantamentos próprios. O objetivo é apontar quais edificações e terrenos estão vazios ou subutilizados. Se, posteriormente, não for definido o uso, os imóveis do Estado poderão ser vendidos. Os recursos poderão ser usados em serviços e obras, conforme a vice-governadora Marilisa Boehm.

Continua depois da publicidade

Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

A prefeitura está participando do levantamento por contar com mais estrutura para fazer a conferência dos imóveis do Estado. Além disso, poderá se manifestar caso tenha interesse nos imóveis. Uma das áreas que pode ser mais utilizada, conforme Marilisa, é da antiga ADR, na rua Nove de Março, hoje sede da Coordenadoria Regional de Educação, entre outros órgãos estaduais.

A construção na rua Jaguaruna, na esquina com a rua Pedro Lobo, antiga sede da Delegacia Regional de Polícia – já comandada por Marilisa – também é citada pela vice-governadora como imóvel a ser utilizado, cedido ou vendido. Em caso de leilão, os recursos com as vendas podem ser usados na saúde e obras viárias. A situação de imóveis do Estado sem uso varia em Joinville, em exemplos.

]Sem uso para competições esportivas há mais de uma década, o ginásio Ivan Rodrigues foi devolvido ao Estado na administração municipal anterior e a reforma está em fase de projeto. A antiga sede do Iprev, na rua Dona Francisca, tem interesse da Polícia Militar, para instalação de base. O prédio do antigo Colégio Conselheiro Mafra, usado pelo Estado durante décadas, pertence ao município e deverá ser usado para instalação de escola. Há mais espaços sem utilização.

Continua depois da publicidade

Lei do subsídio aos ônibus vai mudar em Joinville

Maioria das nomeações do governo do Estado em Joinville foi realizada

Vice-governadora defende nova ponte no Litoral Norte

Projetos de lei sobre ônibus em Joinville unificam leis, sem “antecipar” novas regras

Fiesc lança edital para reformar Moinho Joinville; confira imagens

Qual o futuro da construção da ponte na Aubé, em Joinville

Destaques do NSC Total