nsc
    nsc

    QUESTIONÁRIO PARA PREFEITURA

    Defensoria Pública quer saber em qual situação da pandemia Joinville poderá decretar lockdown

    Compartilhe

    Saavedra
    Por Saavedra
    31/07/2020 - 10h32
    Prefeitura de Joinville tem alegado que há medidas intermediárias a serem adotadas, em caso de necessidade, antes do lockdown
    Prefeitura de Joinville tem alegado que há medidas intermediárias a serem adotadas, em caso de necessidade, antes do lockdown (Foto: Mauro Schlieck, arquivo pessoal)

    Em série de questionamentos enviada nesta sexta-feira à prefeitura de Joinville, a Defensoria Pública de Santa Catarina quer saber qual seria o cenário de gravidade da pandemia para o município decretar lockdown. Na lista, há pergunta também sobre os protocolos para a retomada do transporte coletivo, previsto para a próxima quinta-feira. A Defensoria Pública cobrou da prefeitura a manutenção apenas de atividades essenciais, mas a liminar foi negada pela Justiça. O recurso está em análise no Tribunal de Justiça.

    > Joinville e região continuam em situação “gravíssima” para pandemia; Planalto Norte entra na lista

    > Joinville atinge 100% de ocupação dos leitos de UTI para coronavírus nos hospitais públicos

    O questionário da Defensoria foi enviado após a lotação das UTIs para pacientes com Covid-19 chegar a 93%. Se forem levados em conta somente os leitos da rede pública, a ocupação é de 100%. A indagação é sobre as possibilidades de expansão da capacidade de atendimento, se já há pacientes sendo levados para outras cidades e se hospital da campanha está nos planos. São cobradas ainda informações sobre a testagem para coronavírus na cidade.

    Em relação ao transporte coletivo, suspenso por sete dias (a partir de quarta-feira) por decreto municipal, o questionamento é sobre o embasamento técnico para permitir a retomada, “sobretudo diante do cenário atual da patologia em Joinville”. Entre os questionamentos sobre o lockdown, está a pergunta se a medida está nos planos ou se há medidas prévias ainda a serem adotadas.

    ​> Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do A Notícia

    A Defensoria solicita a indicação pela prefeitura de qual seria o cenário epidemiológico decrete o fechamento de serviços e atividades não essenciais, conhecido como lockdown. Uma das perguntas é se novas medidas restritivas só serão adotadas se a ocupação dos leitos para Covid-19 chegar a 100%. O prazo para a resposta é de 48 horas.

    > Proposta de repasse para empresas de ônibus de Joinville tem resistência da oposição na Câmara

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas