Joinville vai instituir o Dia Municipal em Memória às Vítimas da Covid. A data escolhida foi 30 de março, em referência ao dia da ocorrência da primeira morte provocada pela doença na cidade, em 2020, de Mário Borba. O projeto, apresentado pelos 19 vereadores de Joinville, foi aprovado na última sexta-feira, no período da convocação extraordinária, e será encaminhado para sanção do prefeito Adriano Silva.

Continua depois da publicidade

Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

No momento em que a lei for sancionada, a data entra para o calendário oficial de Joinville, o conjunto de datas e eventos reconhecidos pelo município. Na prática, a definição do dia 30 de março em memória às vítimas da Covid incentiva a realização de ações de homenagens, eventos, entre outras atividades (não será feriado).

“Estabelecer a memória às vítimas da Covid é uma ferramenta restaurativa, vez que reconhece o trauma histórico, coletivo, social, cultural e sanitário advindo com a crise ocasionada pelo novo coronavírus”, alegaram os autores da proposta na justificativa.

Desde março de 2020, Joinville teve o registro de 2.303 mortes provocadas pela Covid. A maioria dos óbitos ocorreu no ano passado, com quase 1,6 mil vítimas, principalmente no primeiro semestre. Em 2022, foram 230 mortes, em dado atualizado até sexta-feira.

Continua depois da publicidade

Como a Lei das Estatais mudou a Águas de Joinville no governo anterior

Lista de concessões em Joinville é desafio para governo Adriano Silva em 2023

Por que houve a queda na fatia de Joinville no bolo do ICMS

Câmara de Joinville volta a aprovar proposta de faixa para motos em semáforos

Joinville tem avanço no PIB e passa a ocupar 25º lugar no ranking nacional

Edital para perícia das obras do Mathias, em Joinville, tem empresa inscrita

Destaques do NSC Total