nsc
    nsc

    Prevenção ao coronavírus

    Joinville vai apresentar sugestões de medidas às cidades vizinhas, restrições no Litoral fazem parte

    Compartilhe

    Saavedra
    Por Saavedra
    16/07/2020 - 13h35
    São Francisco do Sul adotou medidas restritivas em decreto publicado no final de junho
    São Francisco do Sul adotou medidas restritivas em decreto publicado no final de junho (Foto: Divulgação)

    Na primeira reunião após a região ter subido para situação “gravíssima” na classificação de risco do governo do Estado, Joinville apresenta nesta sexta-feira sugestões de medidas para as cidades vizinhas. O município quer utilizar a condição de referência no tratamento contra a Covid-19, por causa da rede hospitalar, para fazer recomendações às demais cidades. A reunião terá a participação dos prefeitos da região da Amunesc, a partir das 8h30. Há outras cidades que fazem parte da regional de saúde de Nordeste, onde a situação é “gravíssima”, mas pertencem a outras associações de municípios.

    > Cloroquina poderá ser receitada para tratamento precoce a partir desta quinta na rede municipal de Joinville

    > Entidades reforçam apelo por lockdown em Joinville; prefeito volta a descartar medida

    A avaliação em Joinville é de que há medidas possíveis de adoção em todos os municípios, como a limitação de horários em bares e restaurantes, por exemplo. Mas há também providências específicas, como as ações para cidades litorâneas. Uma das recomendações será referente às restrições no fim de semana, uma forma de não incentivar o deslocamento durante sábados e domingos de visitantes de outras cidades onde as regras são mais rígidas. Em maior ou menor grau, as prefeituras de São Francisco do Sul, Itapoá e Balneário Barra do Sul têm adotado tais medidas. 

    Além da regionalização na tomada de decisões, a pauta da reunião da Amunesc prevê discussão sobre ampliação de leitos, solicitações conjuntas ao governo do Estado e campanha regional de conscientização, entre outros temas.

    > Desde o início da pandemia, 1.015 alunos migraram das escolas privadas para a rede municipal em Joinville

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas