nsc
    nsc

    SE TIVER EMENDA...

    DNIT quer entregar, em 2021, 2km da duplicação da BR-280 no lote entre São Francisco e Araquari

    Compartilhe

    Saavedra
    Por Saavedra
    29/12/2020 - 10h46 - Atualizada em: 29/12/2020 - 10h47
    Obras no km 25 da BR-280 em Araquari: lote 1 ainda não alcançou 10% de execução
    Obras no km 25 da BR-280 em Araquari: lote 1 ainda não alcançou 10% de execução (Foto: Divulgação)

    Em relatório enviado ao Congresso Nacional, o Ministério da Infraestrutura quer emendas de R$ 80 milhões para a BR-280 para ampliar a entrega de trechos duplicados na rodovia em 2021. No caso do lote entre São Francisco do Sul e Araquari, seria possível a conclusão de dois quilômetros da estrada federal. A solicitação está em análise pelos deputados e senadores de Santa Catarina. O ministério fez solicitações para outras obras pelo País, endereçadas às respectivas bancadas.

    > Enfim, fatia de Joinville no ICMS volta a crescer; cidade mantém liderança em SC

    > IPTU 2021 em Joinville: prazo para desconto e como consultar valor

    > Câmara de Joinville deverá ter CPI do Mathias em 2021

    > Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

    O DNIT, departamento ligado ao Ministério da Infraestrutura, queria R$ 296 milhões para a duplicação da BR-280 no ano que vem, mas a proposta do governo federal é de R$ 57,2 milhões, inferior ao previsto para 2020, de R$ 72 milhões. O projeto do orçamento da União para 2021 ainda está em análise no Congresso Nacional, com votação prevista para ocorrer até fevereiro.

    O deputado federal Rodrigo Coelho (PSB) alega que os parlamentares do Norte de Santa Catarina estão se articulando para a apresentação de emendas para a 280, mas lembra que cada parlamentar tem direito a R$ 15 milhões e a metade tem de ser obrigatoriamente destinada à saúde. Ou seja, há limitação de recursos. Há ainda as emendas coletivas. Para Coelho, o fundamental é convencer a relatoria do orçamento a ampliar a fatia destinada para a duplicação da rodovia.

    Com o orçamento previsto até agora, o ministério alega que será possível concluir, no ano que vem, 500 metros nos lotes 1 (São Francisco e Araquari) e 2.1 (Guaramirim e Jaraguá do Sul), além de um quilômetro no lote 2 (novo traçado, com túnel). Se foram acrescentados R$ 80 milhões em emendas, será possível a entrega de dois quilômetros entre Araquari e São Francisco, além de mais trechos nos demais lotes. Até agora, não há nenhum metro duplicado para o trânsito no lote 1.

    O relatório do ministério não indica onde seriam liberados 2km no lote de 36 km entre Araquari e São Francisco do Sul. Mas as possibilidades seriam no novo traçado, próximo ao porto, ou nas imediações do Instituto Federal Catarinense, em Araquari, onde será construído viaduto. Nem 10% dos trabalhos de duplicação nesse lote foram realizados até agora.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas