A passarela em formato de jacaré no rio Cachoeira ficou fora do pacote de estudos contratados pela prefeitura de Joinville para instalação de trapiches, cais flutuantes, entre outras. A estrutura, uma referência ao jacaré Fritz, fez parte do conjunto de intervenções do parque linear Porto Cachoeira, ao logo do rio. A prefeitura está buscando recursos para as obras por meio de financiamento internacional.

Continua depois da publicidade

Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

A passarela, com flutuante, tinha previsão de instalação em frente ao Expocentro Edmundo Doubrawa, perto da passarela sobre o Cachoeira, nas imediações do Centreventos Cau Hansen. A estrutura aparece no edital para a contratação dos projetos executivos e estudos ambientais lançados pelo consórcio intermunicipal da Amunesc, com obras previstas em Joinville, São Francisco do Sul, Araquari e Garuva.

No entanto, no contrato assinado pela prefeitura de Joinville, a passarela do Fritz não foi incluída, em indicativo de que a estrutura não está mais nos planos imediatos, embora possa ser mantida no futuro parque Porto Cachoeira. Estão previstos estudos sobre os trapiches e cais flutuantes em outros dois pontos do rio Cachoeira (perto do antigo Moinho Joinville e sob a ponte do Trabalhador) e na Vigorelli, Morro do Amaral e Espinheiros.

Regras de faixas para motos em semáforos em Joinville “limitam” cruzamentos aptos

Continua depois da publicidade

Edital de supervisão estima conclusão da duplicação da BR-280 em até cinco anos

Nova medalha de homenagem é rejeitada na Câmara de Joinville

Ipreville tenta, novamente, comprar nova sede em Joinville

Joinville contrata projetos para trapiches em cinco locais; trecho de orla terá ampliação

Estudo sobre hospital de Joinville é prorrogado e adoção de OS fica mais distante

Estudos para rotativo de Joinville vão avaliar recarga elétrica e estacionamento subterrâneo

Destaques do NSC Total