A prefeitura de Joinville revisou as estimativas e está propondo orçamento de R$ 4,4 bilhões para o ano que vem. A proposta da lei orçamentária para 2023 só será enviada à Câmara de Vereadores no segundo semestre, mas a prévia, o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), antecipa o valor previsto. Ainda que as propostas precisem passar pela Câmara – o que pode motivar mudanças na distribuição dos recursos -, mas os valores gerais não mudam. O montante para 2023 é 18% superior ao aprovado para 2022. A inflação explica, em boa parte, o avanço orçamentário.

Continua depois da publicidade

> Câmara de Joinville quer ampliar quórum exigido para cassações

​​> ​Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp 

Pelo Plano Plurianual de Joinville para o período entre 2022 e 2025, a estimava de orçamento para 2023 era de R$ 4,1 bilhões. Para o último ano do período, a projeção foi de R$ 5,2 bilhões. No entanto, o PPA será revisado e a proposta da LDO, em consulta pública, prevê R$ 4,4 bilhões para 2023.

Tradicionalmente, a execução orçamentária em Joinville fica em torno de 60% do previsto – há receitas que não se confirmam; a rentabilidade das aplicações do Ipreville entra na conta, mas não de utilização pelo Executivo, entre outros motivos, explicam a situação.

Continua depois da publicidade

Portanto, a prefeitura deverá gastar em torno de R$ 2,7 bilhões no próximo ano. A proposta da LDO será apresentada na próxima semana pela Secretaria de Administração na Câmara. O projeto será enviado aos vereadores até o final deste mês.

> Contratos de manutenção da Águas de Joinville serão de R$ 150 milhões

> Joinville quer triplicar reserva para desapropriações; gasto em 2022 está em 5,3% do previsto

> Câmara de Joinville quer mudar regra de renúncia para mandatos temporários

> Câmara de Joinville aprova meritocracia na educação; incentivo pode passar de R$ 10 mil por ano

> Futuro do contorno ferroviário de Joinville ainda sem decisão

Destaques do NSC Total