Navegue por

publicidade

Saavedra

Mudanças

Seis palmeiras serão substituídas em alameda de Joinville

Compartilhe

Por Saavedra
11/10/2018 - 05h00 - Atualizada em: 11/10/2018 - 17h29

A comissão formada em Joinville para cuidar da manutenção da rua das Palmeiras decidiu pelo corte de seis árvores. Houve análise do solo, aplicação de nutrientes, e a conclusão foi pela supressão das seis palmeiras doentes. Quatro delas foram plantadas há mais de 150 anos e outras duas são da leva dos anos 2000. Serão plantadas oito novas palmeiras-imperiais (duas serão em espaços já vazios). As mudas já estão com cinco metros de altura e em até 30 dias estarão na alameda Brustlein.

 

Conselhos tutelares

Na ação do MP de cobrança de instalação de mais conselhos tutelares em Joinville, a Prefeitura informou que a possibilidade está em estudo no Conselho Municipal da Criança e do Adolescente. Seriam mais três conselhos – hoje, são dois. Mas o MP continua cobrando que sejam determinados prazos para a instalação de mais conselhos, um deles ainda em 2018.

 

Estado inclui rua Almirante Jaceguay em proposta de orçamento

rua
(Foto: )

O governo do Estado atendeu ao pedido do governo do Estado e incluiu a abertura e a pavimentação da rua Almirante Jaceguay na proposta de orçamento estadual para 2019, enviada na segunda para a Assembleia Legislativa. Mas tem a previsão de só R$ 1,3 milhão para uma obra estimada em R$ 43 milhões (a Prefeitura quer que o Estado pague também pelas desapropriações).

Agora, será preciso reforçar esse repasse previsto. Mas, com uma rubrica aberta, a obra passa a ter alguma chance, antes não tinha nenhuma.

 

Sem rubrica

Em relação à outra demanda da Prefeitura, a previsão de repasse mensal de R$ 6 milhões para ajudar na folha dos servidores do Hospital São José, não aparece uma rubrica específica. Há possibilidade de o recurso estar previsto dentro de uma ação orçamentária mais abrangente na área de saúde.

O repasse atual, de R$ 3 milhões mensais, também não tinha rubrica definida e acabou saindo de uma fonte mais genérica de recursos. Mas o governo Udo queria uma definição mais específica para evitar o risco de suspensão do repasse a partir de 2019. 

 

Sem bulevar

buelvar
(Foto: )

O bulevar previsto no passado acabou ficando resumido a um pequeno trecho em frente à Prefeitura de Joinville e ninguém mais fala na revitalização do entorno do rio Cachoeira. O que saiu agora foi a construção de um pequeno muro perto de uma das pontes, como forma de proteção para pedestres e ciclistas. 

 

Leia também:

Miséria aumenta em Santa Catarina

Pollux cria nova unidade de negócios

São Francisco do Sul terá condomínio industrial de 500 mil m²

Deixe seu comentário:

Jefferson Saavedra

Saavedra

Saavedra

Jefferson Saavedra traz análises e notícias exclusivas dos assuntos mais relevantes do Norte catarinense, com foco nos bastidores de todos os temas que envolvem especialmente Joinville e região, como política, segurança, mobilidade, saúde e educação.

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação