A demanda na iluminação pública em Joinville chega perto de 600 pontos, com pedidos para troca de lâmpadas queimadas ou de outros equipamentos, como fotocélulas, o sensor usado para acionar o sistema. Com o contrato da manutenção encerrado no mês passado, após seis anos e sem mais possibilidade de prorrogação, a prefeitura de Joinville prepara pregão eletrônico para contratar empresa para executar os serviços. Se a modalidade não for suficiente, será feita contratação emergencial. O sistema de iluminação opera de forma automática, a terceirização é para a manutenção.

Continua depois da publicidade

> Joinville pode ficar sem decoração natalina nas ruas em 2020

> Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

> Além da proposta de corte de diárias, Câmara de Joinville pode votar redução de assessores ainda em 2020

Neste momento, o contrato antigo está realizando eventual manutenção dos pontos de iluminação com LED ainda dentro da garantia, em caso de instalação mais recente dos equipamentos. A demanda neste momento está mais concentrada em locais com lâmpadas de vapor de sódio. Joinville tem 58.780 pontos de iluminação.

Continua depois da publicidade

Os pedidos de manutenção são comunicados à prefeitura por meio de ouvidoria, na maioria dos casos. Como a licitação para contratação de empresa para a manutenção ainda não foi lançada, não como prever quando o atendimento será normalizado. A prefeitura alega que a situação estará resolvida em “semanas”.

Destaques do NSC Total