nsc
    nsc

    Projeção

    Eleições 2020 Lages: Carmen, Ceron e Lucas terão maior espaço no horário eleitoral

    Compartilhe

    Upiara
    Por Upiara Boschi
    26/09/2020 - 05h01 - Atualizada em: 26/09/2020 - 16h41
    O espaço de cada candidato no horário eleitoral
    O espaço de cada candidato no horário eleitoral (Foto: Arte NSC)

    A divisão do tempo no horário eleitoral em Lages mostra três blocos diferentes de candidaturas na disputa pela prefeitura nas eleições 2020. Mais da metade do espaço nos programas de 10 minutos estará nas mãos da deputada federal Carmen Zanotto (Cidadania) e do prefeito Antonio Ceron (PSD), candidato à reeleição. Lucas Neves (PSL) e Cleimon Dias ocupam uma faixa intermediária de exposição enquanto outras duas candidaturas terão menos de 25 segundos para dar seus recados.

    Saiba quem são os candidatos a prefeito em Lages

    A projeção é baseada no número de deputados federais de cada partido que integra as coligações, fonte para o cálculo de 90% do tempo de propaganda. Os demais 10% são divididos igualmente entre candidatos cujos partidos tenham superado a cláusula de barreira nas eleições de 2018 para deputado federal. O tempo oficial será anunciado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SC) após o registro de todas as candidaturas.

    TEMPO DE TV POR CANDIDATO
    Carmen Zanotto (Cidadania)
    Coligação Cidadania, Democratas, PL, PDT, PSDB, PSB e PRTB
    3min28s

    Antônio Ceron (PSD)
    Coligação PSD, PP, PSC, PTB e Republicanos
    2min41s

    Lucas Neves (PSL)
    Coligação PSL, Podemos e Pros
    1min46s

    Cleimon Dias (PT)
    Coligação PT e PV
    1min22s

    Ed Antunes (Psol)
    Sem coligação
    22s

    Airton Amaral (Patriota)
    Sem coligação
    21s

    > Quer receber notícias por WhatsApp? Inscreva-se aqui

    Nas três faixas de tempo, há certo equilíbrio. O primeiro grupo é das candidaturas que conquistaram amplas coligações. Carmen Zanotto, do Cidadania, terá 3min28s graças ao apoio do DEM, do vice Samuel Ramos, e de PL, PSB, PSDB, e PDT. O PRTB, que também integra a coligação, não contribui para o tempo no horário eleitoral porque o partido não elegeu deputados federais em 2018.

    Com tempo semelhante aparece Antonio Ceron (PSD). Coligado ao Progressistas do vice Juliano Polese e mais Republicanos, PSC e PTB, o pessedista alcançou 2min41s de exposição a cada 10 minutos dos programas de rádio e televisão - e o equivalente em inserções durante a programação.

    A segunda faixa traz as candidaturas entre 1min30s e 2 minutos. Nela está o vereador Lucas Neves, do PSL, apoiado por Podemos e Pros. O pesselista terá 1min46s, a maior parte desse tempo oriundo do próprio partido, o segundo que mais elegeu deputados federais em 2018. Patrimônio semelhante garante o tempo do candidato Cleimon Dias (PT), do PT. Coligado com o PV, o petista terá 1min22s - quase todo derivado do desempenho do PT em 2018, quando foi o mais votado nas eleições para a Câmara Federal.

    A terceira faixa de candidaturas no horário eleitoral de Lages é a mais breve. Ed Antunes, do PSOL, terá 22 segundos a cada programa, enquanto caberá a Airton Amaral, do Patriota, apenas 21 segundos. Em meio as candidaturas e composições das coligações em Lages, chama atenção uma ausência. O tradicional MDB, sempre forte na cidade, não integra nenhuma das chapas e o que tempo a que teria direito, cerca de 40 segundos, acabou descartado na majoritária. O partido lançou apenas candidatos a vereador.

    Receba os textos, lives, podcasts e comentários na tevê de Upiara Boschi no Telegram clicando no link: https://t.me/upiaransc.

    Para receber no WhatsApp, é só clicar em https://bit.ly/3hJOi9y

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas