Criar uma rotina alimentar com saúde requer dedicação, planejamento, organização e disciplina. Porém, não existe uma regra. A alimentação saudável ideal sempre será aquela que melhor se adaptar e couber no seu ritual diário. Afinal, cada um tem seu ritmo de vida e recursos que devem ser respeitados.

Continua depois da publicidade

Clique aqui e receba notícias no WhatsApp

De modo geral, as pessoas precisam entender o seu cotidiano e suas necessidades alimentares, reconhecendo os hábitos bons e os ruins. E, muitas vezes, esse processo requer a criação de novos costumes. Portanto, a evolução não é linear e faz parte compreender que haverá momentos de altos e baixos, nos quais é preciso paciência para não abandonar o compromisso que criou consigo.

Pensando nisso, Saulo Marti, especialista em varejo alimentar e cofundador da Diferente (startup que entrega cesta de alimentos orgânicos na casa dos consumidores), traz 5 estratégias simples para ajudar as pessoas a incorporarem uma alimentação saudável no dia a dia. Confira a seguir!

Continua depois da publicidade

1. Planeje as refeições da semana

Não são só as tarefas do trabalho, da casa, a rotina de treino ou as finanças que precisam ser planejadas. A alimentação também precisa entrar nesse combo. Caso contrário, ela ficará para depois e você comerá o que aparecer pela frente, o que torna mais difícil seguir uma rotina de alimentação saudável.

Logo, estabeleça um dia para organizar a alimentação da semana, comprar, cozinhar e deixar as refeições semiprontas. Também é bom determinar em quais momentos aparecerão aqueles alimentos menos nutritivos, como doces, bolos, sorvetes, lanches, frituras, petiscos e bebida alcoólica. 

Além disso, faça a lista de compras incluindo frutas e verduras — isso estimula o consumo desses alimentos. Deixe os legumes e algumas porções individuais congeladas. Organize os lanches intermediários, assim é possível reduzir as chances de consumir opções com alta densidade energética, como salgados fritos ou lanches açucarados e cheios de gordura.

Continua depois da publicidade

2Tenha sempre frutas e vegetais em casa

Esse é um dos principais segredos para conseguir manter a rotina de alimentação saudável. Deixe as frutas já lavadas (e até cortadas) na geladeira. Isso facilita o consumo a qualquer hora do dia, principalmente no café da manhã e em lanches intermediários. Dá para fazer o mesmo com as folhas e alguns legumes. Desse modo, terá sempre uma salada pronta para as refeições.

Veja como inserir exercícios físicos na rotina

Mulher sorrindo escorada na bancada de uma cozinha segurando um tomate
Alimentação colorida mantém o bom funcionamento intestinal (Imagem: Krakenimages.com | Shutterstock)

3. Inclua alimentos coloridos no cardápio

Priorize os alimentos íntegros e de origem vegetal — e quanto mais cores no prato, melhor. Frutas, verduras, legumes, cereais, sementes e leguminosas possuem alta densidade nutritiva, boas quantidades de fibras, micronutrientes, compostos bioativos e antioxidantes. Esses alimentos contribuem para o controle da saciedade, mantêm o bom funcionamento intestinal, fortalecem o sistema imune e ajudam a reduzir o estresse oxidativo, prevenindo o envelhecimento celular precoce.

4. Esteja sempre com uma garrafa de água

O consumo insuficiente de líquidos é muito comum, impactando o bom funcionamento do organismo. É fundamental beber bastante água ao longo do dia para otimizar a circulação, evitar a retenção de líquidos, melhorar o processo de oxigenação celular e o funcionamento intestinal. Nesse caso, evite ficar longos períodos sem beber água.

Continua depois da publicidade

5. Evite os ultraprocessados

Minimize ao máximo o consumo dos alimentos de alta densidade calórica, como os ultraprocessados, o excesso de açúcares e as comidas gordurosas (como lanches, pizzas, frituras, salgadinhos etc.). Ainda, é importante evitar alimentos de origem animal que trazem um elevado teor de gordura, principalmente, saturada, e poucos nutrientes como fibras, vitaminas, minerais e antioxidantes.

Lembre-se: é importante procurar um profissional de nutrição para entender qual é a melhor dieta para você.

*Por Renato Caliman

Leia também

8 tipos de alimentos essenciais para a saúde

Saiba como a alimentação pode atuar contra a pressão alta

12 dicas para melhorar a qualidade de vida

Destaques do NSC Total