nsc
dc

Traição

Amigas que jogaram álcool em suposta amante do marido são condenadas em SC

As duas ficarão em em regime aberto; caso aconteceu em abril de 2018

24/11/2021 - 16h42

Compartilhe

Diane
Por Diane Bikel
O julgamento aconteceu em Capinzal, no Meio-Oeste de Santa Catarina
O julgamento aconteceu em Capinzal, no Meio-Oeste de Santa Catarina
(Foto: )

Duas amigas, que teriam ameaçado de morte a suposta amante do marido de uma delas, em Piratuba, no Oeste de Santa Catarina, foram condenadas nesta quarta-feira (24). Segundo informações do Tribunal de Justiça do Estado (TJSC), as amigas jogaram álcool e ameaçaram a outra mulher de morte. As duas foram condenadas a dois anos de prisão, cada uma, em regime aberto.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

O caso aconteceu em abril de 2018. As três mulheres eram colegas de trabalho, segundo o TJ. Uma das agressoras ficou desconfiada da traição por parte do marido e, com a amiga, foi até a casa da suposta amante.

> Pedreiro que matou mulher a facadas é condenado a 13 anos de prisão em Florianópolis

A vítima não estava no momento, de acordo com o processo. No entanto, assim que ela chegou, foi ameaçada com uma faca e teve o sofá rasgado. As amigas ainda jogaram uma garrafa de álcool na mulher.

A polícia foi acionada e quando chegou, a vítima foi obrigada a mentir sobre o acontecido. Porém as colegas foram denunciadas dias depois.

> Ex-vereador de Florianópolis é condenado a oito anos de prisão por lavagem de dinheiro

> Tribunal de Justiça abre processo administrativo contra servidores que não se vacinaram

As duas amigas foram condenadas por crime de ameaça. As defesas, porém, recorreram à decisão.

A mulher, que estaria sendo traída, alegou que não teve intenção de provocar sofrimento e que queria apenas a verdade. A amiga afirmou que não houve tortura e, ainda, que teria evitado agressões. 

A justiça, após ouvir as partes, manteve a condenação da dupla. Elas devem cumprir a pena em regime aberto.

O caso foi julgado em Capinzal, no Meio-Oeste catarinense.

*Sob supervisão de Lucas Paraizo.

Leia também

Morte de jovem baleada na cabeça em SC é investigada pela polícia

Frieza, troca de presentes e pesquisas: testemunhas falam sobre acusada de matar grávida em Canelinha

Criança tem fratura no crânio em acidente envolvendo ônibus e carro em Joinville

Colunistas