nsc
dc

ELEIÇÕES 2022

Apoiadores de Bolsonaro em SC se manifestam em defesa do voto impresso

Em SC ato ocorre em Florianópolis, Joinville, Balneário Camboriú, Itajaí, Blumenau, Criciúma, Tubarão e Chapecó

01/08/2021 - 15h05 - Atualizada em: 01/08/2021 - 19h29

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Folhapress
Por Folhapress
Manifestação em SC em defesa do voto impresso
Manifestação em SC em defesa do voto impresso
(Foto: )

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em Santa Catarina se manifestam neste domingo (1º) em defesa do voto impresso. O ato acontece em grandes cidades catarinenses como Florianópolis, Joinville, Blumenau, Itajaí, Balneário Camboriú, Chapecó, Criciúma e Tubarão. Nem todos os participantes respeitaram o decreto estadual que determina o uso de máscara por conta da pandemia do coronavírus.

Receba as principais informações de Santa Catarina pelo WhatsApp

Nas capitais brasileiras também houve manifestações em apoio ao presidente da República. Em Brasília, Bolsonaro voltou a colocar em dúvida a realização de eleições em 2022 ao se dirigir a apoiadores que realizaram ato em defesa do voto impresso. 

- Vocês estão aí, além de clamar pela garantia da nossa liberdade, buscando uma maneira que tenhamos uma eleições limpas e democráticas no ano que vem. Sem eleições limpas e democráticas, não haverá eleição - disse por vídeo aos manifestantes concentrados em frente ao Congresso Nacional. 

Bolsonaro é defensor do voto impresso, que ele diz ser "auditável" e "democrático", e suas frequentes declarações têm elevado a crise entre o Planalto e os demais poderes, principalmente o Judiciário, atacado pelo presidente da República no mesmo vídeo em que ameaça "dar um último alerta", referindo-se ao ato deste domingo na avenida Paulista, em São Paulo:

- O poder é que está em jogo. Não estou aqui em hipótese alguma querendo impor a minha vontade, é a vontade de vocês. Se preciso for dar um último alerta àquele que não tem respeito para conosco eu convidarei o povo de São Paulo, a maior capital do Brasil, para ir à [avenida] Paulista para que o som deles, a voz do povo, seja ouvido por aqueles que teimam em golpear a nossa democracia. Se o povo lá disser que voto tem que ser auditável e que a contagem tem que ser pública e que o voto tem que ser impresso.

Jair Renan Bolsonaro: permutas de ternos, carreira de influencer e o reality show do filho 04

Bolsonaro diz que "não tem como comprovar se eleições foram fraudadas"

Veja como foram as manifestações em cidades de SC

Florianópolis

Na Capital, o ato teve início às 16h, com saída da Beira-Mar Norte, proximidades do trapiche. A região ficou lotada por participantes vestidos com as cores verde e amarela e portando bandeiras do Brasil. A Polícia Militar acompanhou a manifestação, que seguiu até o prédio da Polícia Federal e informou que 5 mil pessoas participaram. 

Motociata de Bolsonaro vai mexer no trânsito da Ilha, em Florianópolis

Manifestação iniciou às 16h na Beira-Mar Norte, em Florianópolis
Manifestação iniciou às 16h na Beira-Mar Norte, em Florianópolis
(Foto: )

Joinville

Em Joinville, no Norte de SC, apoiadores Bolsonaro de todas as idades ocuparam a Praça da Bandeira, no Centro da cidade, por volta das 14h. Muitos dos participantes não usavam máscara, acessório obrigatório em SC desde o início da pandemia do coronavírus, conforme decreto estadual.

Nenhuma rua precisou ficar impedida porque as pessoas se concentraram na praça. A maior parte delas vestia verde e amarelo e usava bandeiras do Brasil. 

Na cidade mais populosa do Estado, também teve carro de som, discursos pelo voto impresso e buzinaço. Cerca de 600 pessoas participara do ato que terminou pouco depois das 15h30min.

Possível ida de Bolsonaro para o PP "mexe o jogo" em SC, analisa deputado

Balneário Camboriú

Apoiadores de Bolsonaro pedem pelo voto impresso nas eleições de 2022
Apoiadores de Bolsonaro pedem pelo voto impresso nas eleições de 2022
(Foto: )

Em Balneário Camboriú, no Litoral Norte, também teve protesto. O ato iniciou na Praça Almirante Tamandaré, seguiu pela Avenida Atântica, ocupando uma das faixas da rua, e passou pela Avenida Brasil. O ato reuniu pedestres vestidos com as cores do Brasil. Muitos não usam máscaras.

Blumenau

Em Blumenau o ato ocorreu antes do meio-dia
Em Blumenau o ato ocorreu antes do meio-dia
(Foto: )

A manifestação ocorrida em Blumenau, no Vale do Itajaí, iniciou por volta das 10h45min, segundo a Polícia Militar, em frente a Vila Germânica e seguiu para a prefeitura, no Centro. Cerca de 350 veículos e 1.300 pessoas, número ainda não confirmado oficialmente, teriam participado do ato que durou por aproximadamente 1h. 

Chapecó

Em Chapecó, manifestação iniciou por volta das 14h deste domingo
Em Chapecó, manifestação iniciou por volta das 14h deste domingo
(Foto: )

Em Chapecó, no Oeste catarinense, a concentração teve início na praça Coronel Bertaso, Centro da cidade, também por volta das 14h. Depois de algumas falas e execução do hino nacional, manifestantes iniciaram uma carreata pela Av. Getúlio Vargas. 

A maioria dos participantes usava máscara, mas também teve quem não as usou. As cores verde e amarela e bandeiras do Brasil marcaram o protesto. O número de pessoas que participou do ato não foi informado. 

Bolsonaro, Moisés e Hang saem na frente em SC em pesquisa eleitoral

Criciúma

Em Criciúma houve carreata pedindo voto impresso
Em Criciúma houve carreata pedindo voto impresso
(Foto: )

Em Criciúma, no Sul de SC, a concentração iniciou às 14h. Por volta das 15h os manifestantes percorreram as ruas em carreta. 

Os apoiadores de Bolsonaro saíram do depósito do Angeloni, na Próspera, percorreram toda a Avenida Centenário - Posto Barpi - e terminaram na Rua da Gente. Aproximadamente 600 veículos participaram, segundo estimativa da Polícia Militar.

Tubarão

Houve carreata em Tubarão e ao fim do manifesto, cavaleiros e pedestres se reuniram para o ato
Houve carreata em Tubarão e ao fim do manifesto, cavaleiros e pedestres se reuniram para o ato
(Foto: )

Em Tubarão, no Sul catarinense, houve carreata em defesa do voto impresso ainda pela manhã. O ato começou às 10h, na Rua Padre Geraldo Spetmann, no bairro Humaitá. Os participantes usavam bandeiras do Brasil.

O manifesto, que durou cerca de 1h, partiu em direção a Avenida Marcolino Martins Cabral e o encerramento foi na Praça da Arena Multi Uso, na Rua Manaus, bairro Vila Moema. 

Segundo a Guarda Municipal aproximadamente 150 carros participaram do ato. Ao fim do protesto se reuniram, também, cavaleiros e pedestres. 

*Com informações da NSC TV.

Leia também

Bolsonaro rebate STF sobre gestão na pandemia: "fake news"

Imagem usada para homenagear agricultores é comparada a Lázaro Barbosa e Secom apaga post

Colunistas