nsc
dc

Política

Bolsonaro diz que "não tem como comprovar se eleições foram fraudadas"

O presidente convocou a imprensa para apresentar "provas de fraude eleitoral" em 2014 e 2018, mas acabou se contradizendo no discurso

29/07/2021 - 19h27 - Atualizada em: 29/07/2021 - 19h36

Compartilhe

Metrópoles
Por Metrópoles
Jair Bolsonaro, live, eleições, urnas
Bolsonaro disse que apresentaria "provas de fraude nas eleições de 2014 e 2018"
(Foto: )

Após mais de 40 minutos de discurso, sem apresentar provas concretas de fraude eleitoral e com ataques ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), afirmou que “não tem como se comprovar que as eleições não foram ou foram fraudadas”. 

O chefe do Executivo federal convocou a imprensa, nesta quinta-feira (29), com a promessa de apresentar irregularidades nos pleitos de 2014 e 2018.

> Motociata de Bolsonaro vai mexer no trânsito da Ilha, em Florianópolis

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

No início da live, Bolsonaro fez acusações contra o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso. Segundo ele, “mente” quem afirma que a implementação do voto impresso é um retrocesso.

— É justo quem tirou Lula da cadeia e o tornou elegível ser o mesmo que vai contar o voto numa sala secreta no TSE? Quero eleições no ano que vem, vamos disputar eleições no Brasil no ano que vem, mas eleições limpas — falou.

*Leia mais no Metrópoles, parceiro do NSC Total.

**Por Thayná Schuquel e Raphael Veleda.

Leia também

> Imagem usada para homenagear agricultores é comparada a Lázaro Barbosa e Secom apaga post

> Depois da neve em SC, vem por aí a madrugada mais fria desse ar polar

> Repórter da NSC aparece ao vivo enrolado em cobertor e viraliza na internet

> As diferenças entre as vacinas da Pfizer, Astrazeneca e Coronavac

​​> Efeitos colaterais da astrazeneca; veja os sintomas mais relatados

Colunistas