nsc
dc

Política

Apoiadores do governo Bolsonaro fazem carreatas contra lockdown em cidades de SC

Motoristas exibiam bandeiras do Brasil e criticavam medidas restritivas adotadas para combater a Covid-19

14/03/2021 - 16h38 - Atualizada em: 15/03/2021 - 06h39

Compartilhe

Jean
Por Jean Laurindo
Carreatas a favor de Bolsonaro e contra medidas restritivas no combate à Covid-19 ocorreram em cidades de SC
Carreatas a favor de Bolsonaro e contra medidas restritivas no combate à Covid-19 ocorreram em cidades de SC
(Foto: )

Apoiadores do governo do presidente Jair Bolsonaro fizeram carreatas contra o lockdown e restrições motivadas pela pandemia de Covid-19 em cidades de Santa Catarina. Houve manifestações neste domingo (14) em cidades como Florianópolis, Joinville, Chapecó e Balneário Camboriú. Em alguns municípios manifestantes também se reuniram em frente a batalhões do Exército para pedir intervenção militar, o que é inconstitucional.

> General Eduardo Pazuello pede para deixar o Ministério da Saúde, diz jornal

Os motoristas circularam pelas cidades com buzinas e bandeiras do Brasil. Eles protestavam contra medidas como o lockdown parcial, com fechamento de atividades não essenciais, que ocorreu nos últimos três fins de semana em SC. Também defendiam ações do governo Bolsonaro.

> Receba as principais notícias de SC pelo Whatsapp; clique e saiba como

Florianópolis

Avenida Beira-Mar, em Florianópolis, foi um dos locais em que manifestação passou na Capital
Avenida Beira-Mar, em Florianópolis, foi um dos locais em que manifestação passou na Capital
(Foto: )

Em Florianópolis, um comboio de veículos começou a circular por volta das 10h, entre o Terminal de Integração da Trindade (Titri), a Avenida Beira-Mar Norte e o Centro da Capital. No fim do ato, os motoristas foram até a Casa d’Agronômica, residência do governador Carlos Moisés (PSL), onde protestaram contra o lockdown parcial e medidas do governo do Estado.

Segundo o comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Dhiogo Cidral de Lima, a manifestação reuniu cerca de 400 veículos. Alguns motoristas que participaram do ato foram multados por infrações de trânsito, mas não houve ocorrências de desordem. A PM orientou os participantes a não desembarcar dos carros e a não promover aglomerações. A corporação deve fazer um relatório sobre a mobilização para repassar ao Ministério Público (MP-SC).

> Variante brasileira do coronavírus representa mais de 80% de casos avaliados por laboratório

Joinville e Blumenau

Carreata percorreu as principais ruas de Joinville, no Norte de SC
Carreata percorreu as principais ruas de Joinville, no Norte de SC
(Foto: )

Em Joinville, a carreata começou por volta das 14h, ao lado da Arena Joinville. A organização não soube precisar o número de carros e motos que participaram do ato. A Polícia Militar também não divulgou estimativa. O grupo favorável ao presidente Jair Bolsonaro pediu adoção de tratamento precoce contra Covid-19 e protestou contra lockdown em Santa Catarina. A carreata passou pelas principais ruas centrais da cidade e terminou por volta das 16h, no estacionamento do Centreventos Cau Hansen. A PM acompanhou a mobilização.

Além da carreata, outro grupo de manifestantes, com cerca de 150 pessoas, fez um protesto em frente ao 62º BI – Batalhão de Infantaria de Joinville. Eles exibiam cartazes e faixas pedindo substituição de membros do Supremo Tribunal Federal (STF) e intervenção militar, o que é inconstitucional.

Em Blumenau, um ato semelhante ocorreu em frente ao 23º Batalhão de Infantaria, também com defesa de ato de intervenção militar.

> SC tem todas as regiões em risco gravíssimo para coronavírus pela terceira semana seguida

Chapecó

Em Chapecó, a carreata começou por volta das 16h e percorreu a Avenida Getúlio Vargas, principal via do município. A dinâmica foi semelhante à registrada em outras cidades do Estado e do país, com motoristas fazendo buzinaços e erguendo bandeiras do Brasil. Ainda no Oeste, apoiadores de Bolsonaro também protestaram em São Miguel do Oeste.

Itajaí e Balneário Camboriú

Em Itajaí e Balneário Camboriú, no Litoral Norte, motoristas também circularam nas ruas centrais das cidades com bandeiras verde e amarelo e buzinas contra medidas que prevejam fechamento de atividades.

Atualização: o ato nessas duas cidades foi organizado pela Associação de Bares, Restaurantes e Similares de Itajaí (ABRSI), que argumenta que não houve vínculo partidário na manifestação de Itajaí e Balneário Camboriú. As pautas defendidas, segundo a entidade, foram a suspensão do lockdown e manutenção de todas as atividades econômicas no Estado.

Mafra

Em Mafra, no Norte de SC, o protesto causou um princípio de confusão. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi acionada pela concessionária que administra a rodovia porque alguns dos carros da manifestação estavam estacionados sobre a pista na via marginal. Os policiais foram até o local para fazer a fiscalização e a situação foi normalizada. No total, segundo a PRF, havia cerca de 100 veículos na mobilização.

Outros estados

Carreatas e protestos contra medidas mais restritivas no combate à pandemia de Covid-19 também foram registradas em outras cidades do país, como São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF) e Belo Horizonte (MG).

Leia também

> Painel do Coronavírus: saiba como foi o avanço da pandemia em SC

​> Lockdown de fim de semana não aumentou isolamento em SC e é criticado por especialistas

> Falta de remédios para intubação coloca hospitais de SC em “alerta máximo”

Colunistas