nsc
an

Alterações após filas

Atendimento a crianças na saúde de Joinville passa por mudanças; confira

Alterações foram motivadas por filas e lotação registrados nas unidades de saúde na semana passada

10/01/2022 - 11h07 - Atualizada em: 10/01/2022 - 11h09

Compartilhe

Sabrina
Por Sabrina Quariniri
UPA Leste passou a oferecer atendimento pediátrico 24 horas
UPA Leste passou a oferecer atendimento pediátrico 24 horas
(Foto: )

Após registro de filas e lotação nas unidades de saúde de Joinville na última semana, o atendimento às crianças no município passará por mudanças a partir de terça-feira (11). O objetivo, segundo a prefeitura, é justamente distribuir o fluxo de pessoas e alinhar as escalas médicas, oferecendo mais agilidade para população.

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

O que muda

A Unidade de Pronto-atendimento (UPA) Leste, localizada no bairro Aventureiro, terá a escala pediátrica fortalecida para dar suporte ao aumento da procura, oferecendo assistência 24 horas.

Na região Sul, a Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) João Costa, localizada no bairro João Costa, será referência para os atendimentos infantis, com atendimento das 7h às 20h. 

Além disso, o Hospital Infantil Dr. Jeser Amarante Faria, no bairro América, continua oferecendo assistência para crianças e adolescentes com até 14 anos, 24 horas por dia.

As demais UBSFs, em todas regiões da cidade, também seguem oferecendo atendimento infantil normalmente.

Reorganização da rede foi positiva

Entre sexta-feira (7) e domingo (9), segundo dados do município, 4 mil doses de vacina contra a Covid-19 foram aplicadas na Central de Imunização do Centreventos Cau Hansen, que voltou a atender na sexta-feira

A mudança foi realizada, segundo a prefeita em exercício Rejane Gambin, para possibilitar que as UBSFs pudessem atuar na realização dos testes rápidos e que as UPAs e hospitais ofereçam assistência aos casos mais graves, reduzindo o tempo de espera.

Na semana passada, foram registradas filas de até cinco horas nos pronto-atendimentos da cidade. Segundo dados da Secretaria da Saúde de Joinville, houve um crescimento superior a 70% na procura pelas UPAs, se considerado o mesmo período do mês de dezembro. Além disso, o município também registrou alta de 89% em casos ativos de Covid-19. 

— A estratégia que implantamos na semana passada já trouxe bons resultados, possibilitando mais doses de vacina aplicadas e menos tempo de espera por atendimento — destacou Rejane.

Alta procura continua

Na manhã desta segunda-feira (10), a procura por atendimento continuava alta nos pronto-atendimentos do município. Na UPA Sul, conforme informações da NSC TV, o movimento iniciou por volta das 7h30. 

Fluxo de pessoas segue intenso desde a manhã desta segunda-feira
Fluxo de pessoas segue intenso desde a manhã desta segunda-feira
(Foto: )

Segundo pacientes que aguardavam para ser atendidos do lado de fora da unidade, a espera maior está sendo para quem vai buscar testes de Covid-19. Já na UPA Leste, assim como na Unidade Básica de Saúde do Bucarein, o fluxo de pessoas segue intenso, mas não há registro de filas. 

Segundo o município, esta movimentação alta nas unidades de saúde é normal para uma segunda-feira. A principal queixa dos pacientes continua sendo por sintomas gripais. 

Há também, segundo a prefeitura, procura grande pelas unidades de saúde que realizam testagem para coronavírus. Apesar desta constatação, um levantamento mais preciso do número de pessoas que passaram por atendimento durante o dia e o tempo de espera só será possível ao fim do dia. 

Leia também

Joinville volta a ampliar leitos de UTI na rede pública​​

Surto de gripe lota emergência de hospitais em Joinville: "Situação crítica"

Pacientes ficam sem insulina em Joinville após falta de energia elétrica afetar farmácia

Dengue volta a preocupar em Joinville com meses de calor; cidade teve 16 mil casos em 2021

Colunistas