nsc
santa

Meio ambiente

Baleia de oito metros é encontrada morta em praia de Penha; veja fotos

Jubarte juvenil estava encalhada na Praia do Cascalho

10/09/2021 - 13h34 - Atualizada em: 10/09/2021 - 19h35

Compartilhe

Por Giulia Machado
Animal estava preso nas pedras e foi levado até a areia por uma equipe da Univali
Animal estava preso nas pedras e foi levado até a areia por uma equipe da Univali
(Foto: )

Uma baleia-jubarte foi encontrada morta na Praia do Cascalho, em Penha, na manhã desta quinta-feira (9). O animal ficou encalhado nas pedras e precisou ser levado para a areia, onde é feita a avaliação que possibilita descobrir o estado de saúde da baleia e entender a possível causa da morte.

> Acesse para receber as notícias do Santa por WhatsApp

O tamanho da baleia chamou a atenção de quem passava pelo local. Segundo informações do Projeto de Monitoramento de Praias, da Univali, o mamífero tem oito metros de comprimento e ainda é considerado juvenil, com idade estimada entre um e dois anos. 

Nas redes sociais, o fotógrafo Eduardo Boeing, que capturou as imagens, lamentou a morte da baleia.

"Eu prefiro registrá-las felizes nadando e saltando no mar, mas hoje infelizmente fotografei uma delas morta", escreveu.

Baleias encalhadas

De acordo com a Univali, essa é a quinta baleia-jubarte que foi encontrada encalhada e morta no trecho de praias monitorado pela unidade de Penha apenas neste ano.

Em julho, outra jubarte jovem encalhou em Itapema, e já foi encontrada em estágio avançado de decomposição. O animal tinha marcas de rede de pesca.

Veja fotos

Baleia chamou a atenção de quem passava pelo local
Baleia chamou a atenção de quem passava pelo local
(Foto: )
Jubarte era jovem e tinha entre um e dois anos
Jubarte era jovem e tinha entre um e dois anos
(Foto: )
Animal foi levado até a areia para ser feita a necropsia
Animal foi levado até a areia para ser feita a necropsia
(Foto: )

Leia também

> João Paulo Taumaturgo vai assumir vaga na Câmara de Vereadores de Blumenau

> Não parece, mas as obras da Via Expressa de Blumenau recomeçaram

> Mesmo com 150 funcionários, Câmara de Blumenau vai contratar perícia externa para CPI

Colunistas