nsc
dc

Pandemia

Bolsonaro diz que valor de novas parcelas do auxílio emergencial já está decidido

A prorrogação do progama ainda está em análise e, de acordo com o presidente, a decisão será tomada nesta semana

18/10/2021 - 13h55

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Jair Bolsonaro esteve em um evento em Minas Gerais na manhã deseta segunda-feira (18)
Jair Bolsonaro esteve em um evento em Minas Gerais na manhã deseta segunda-feira (18)
(Foto: )

O presidente Jair Bolsonaro disse na manhã desta segunda-feira (18) que o governo deve prorrogar o auxílio emergencial. A decisão será tomada ainda nesta semana e, segundo ele, o valor das parcelas já está decidido. As informações são do Jornal O Globo.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

> Bolsonaro diz que auxílio emergencial de R$ 600 "evitou o caos" no Brasil

— A questão do auxílio emergencial, que está batido o martelo no seu valor, juntamente com Paulo Guedes no dia de sábado último, juntamente com João Roma, ministro que está do meu lado, Onyx Lorenzoni, o Pedro da Caixa entre outros, é um valor para dar dignidade aos necessitados — disse o presidente durante um evento em Minas Gerais. 

— Se Deus quiser, nós resolveremos nesta semana a extensão do auxílio emergencial. Como deveremos resolver também nesta semana a questão do preço do diesel — continuou.

O auxílio emergencial começou a ser pago em abril de 2020 em um valor de R$ 600, durante seis meses. Após o período, o programa reduziu a parcela para R$ 300.

> Bolsonaro revela vontade de privatizar Petrobras e promete discutir o assunto

> Bolsonaro diz que não tomará a vacina contra a Covid-19: "Para quê?"

O governo avalia prorrogar o auxílio até janeiro de 2023 apenas para beneficiários do Bolsa Família - mais de 14 milhões de famílias brasileiras. 

Em paralelo à decisão, o governo Bolsonaro quer substituir o Bolsa Família pelo Auxílio Brasil. O novo programa pretende pagar cerca de R$ 300 para famílias de baixa renda. 

Leia também

Ao derrubar veto de Bolsonaro, Congresso afasta de famílias catarinenses fantasma do despejo

Amin dá empurrãozinho em André Mendonça de olho em Bolsonaro

Viver está mais caro em SC? Entenda alta de preços em cinco áreas e como economizar

Colunistas