O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) vai investigar a briga de torcidas que aconteceu antes do clássico Avaí x Figueirense, na quarta-feira passada (18). Um confronto antes da partida pela Copa Santa Catarina, na Ressacada, terminou em lesão grave a um policial militar, pessoas feridas e danos ao patrimônio público e privado.

Continua depois da publicidade

Leia mais notícias do Esporte no NSC Total

Chapecoense desmente pedido de adiamento do jogo contra o Tombense pela Série B

Florianópolis se destaca no cenário do Taekwondo com sete conquistas em 2023

Avaí e Criciúma aumentam chance de atingirem objetivos; confira a probabilidade na Série B

Continua depois da publicidade

O MPSC estuda medidas para coibir violência entre as torcidas organizadas de Avaí e Figueirense em futuras partidas. Já existe um Termo de Ajustamento de Conduta firmado com a Federação Catarinense de Futebol, Polícia Militar de Santa Catarina e representantes dos clubes catarinenses.

Agora, a 29ª Promotoria de Justiça da Comarca da Capital instaurou procedimento administrativo para que esse TAC seja fiscalizado. O Promotor de Justiça, Wilson Paulo Mendonça Neto, determinou a notificação dos responsáveis pelas torcidas organizadas que possivelmente atuaram no confronto para que, no prazo de 10 dias, apresentem esclarecimentos sobre o ocorrido.

– As situações retratadas são lamentáveis, indicando atos de vandalismo, incitação a violência, entre diversas outras figuras que afetam a segurança dos torcedores e de todos aqueles que circulam no evento futebolístico e seus arredores – considera.

Depois disso, com base nas respostas, o MP se junta aos demais signatários do TAC para discutir as medidas cabíveis com o objetivo de evitar esse tipo de situação nos futuros jogos entre os times rivais

Continua depois da publicidade

Entenda o caso

Segundo relatório do 4º Batalhão de Polícia Militar, no dia do jogo, por volta das 20h, no entorno da Ressacada, mesmo com reforço do policiamento, o confronto aconteceu. Cerca de 300 torcedores do Figueirense que estavam em três ônibus desceram do ônibus, fazendo uso de toucas e capuz.

Além disso, estes torcedores estavam portando paus e pedras nas mãos e teriam soltado fogos de artifício na direção das residências, veículos e pessoas. Quando este grupo encontrou integrantes da torcida organizada Mancha Azul, do Avaí, se deu o confronto.

Depois que o conflito foi controlado e dispersado, os torcedores foram revistados, e em posse deles foram localizados e apreendidos sinalizadores. Já no interior do estádio foram verificados danos ao patrimônio do clube Avaí. Dois suspeitos foram presos na ocasião.

Confira galeria com momentos da briga entre torcidas e do clássico Avaí x Figueirense

Continua depois da publicidade

Assista também

*Pablo Brito é estagiário sob a supervisão de Diogo Maçaneiro

Lembra dele? Goleiro Felipe, ex-Figueirense, defende pênalti de cavadinha

Com Barroca, Avaí é primeira página da tabela

Fortaleza x LDU na Sul-Americana: confira o histórico e veja os melhores gols e defesas

Publicidade

Além de muita informação relevante, o NSC Total e os outros veículos líderes de audiência da NSC são uma excelente ferramenta de comunicação para as marcas que querem crescer e conquistar mais clientes. Acompanhe as novidades e saiba como alavancar as suas vendas em Negócios SC

Destaques do NSC Total