A Polícia Civil, em conjunto com a Polícia Militar Ambiental e a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc), cumpriu mandado de busca e apreensão em local de rinha de galos no bairro Frederico Ferronato, em Xanxerê. 

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Na ação, os agentes verificaram aves supostamente envolvidas em brigas ilegais. Foram constatados 44 galos presos em gaiolas individualizadas — segundo a corporação, muitos deles possuíam cortes e deformações —, além de 35 soltos pelo terreno.

De acordo com o delegado Wesley Costa, responsável pelo caso, foram apreendidas esporas plásticas, tesouras, serra —  com vestígios de sangue —  e demais apetrechos utilizados para mutilar os animais. Também foram localizados bicos metálicos, biqueiras de couro e luvas para proteger as esporas utilizadas durante treinamento dos galos. 

O mandado foi expedido pela Vara Criminal da Comarca de Xanxerê contra um homem de 46 anos. Ele foi levado à delegacia e, após procedimentos legais, foi liberado. 

Continua depois da publicidade

Leia também

VÍDEO: Polícia detalha rota de assassino e esclarece ataque a creche com 4 mortos em Blumenau

Assassino de alunos em Blumenau queria atacar creches perto de casa, mas “muros eram altos”

Destaques do NSC Total