O catarinense jogador de futsal na Ucrânia, Jonatan Bruno Santiago, planeja retirar a filha de cinco anos da Rússia, onde a criança mora com a mãe, assim que conseguir deixar o país ucrâniano. O atleta, que tenta fugir da região desde o início dos conflitos na última semana, chegou em Lviv, perto da Polônia, nesta quarta-feira (2). As informações são do g1.

Continua depois da publicidade

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

– A gente está tentando alguma forma de tirar elas [mãe e filha] de lá, antes que comece algum tipo de guerra e elas fiquem presas como eu fiquei aqui – contou o catarinense ao g1

De acordo com ele, o Brasil é um país possível para a retirada das duas do país russo, mas primeiramente é preciso que ele deixe a Ucrânia em segurança. Jonatan é natural de Blumenau, no Vale do Itajaí. 

> Entenda os motivos da guerra entre Rússia e Ucrânia

Continua depois da publicidade

– Eu estou muito preocupado com ela. Eu sou bem apegado a ela, ela é minha pequenininha e estou bem preocupado, espero que ela consiga sair de lá. Espero que ela consiga sair de lá o quanto antes, para que não aconteça o que aconteceu comigo. Se acontecer isso, eu vou ficar louco, minha filha no meio de uma guerra. Então, peço que vocês orem para que tudo fique bem e para que ela consiga sair de lá – disse.

Jonatan estava na Ucrânia há seis meses. Faz nove anos que o catarinense mora no Leste Europeu e, neste período, já passou por outros clubes da região.

Leia também

Família ucraniana que morou em SC tenta deixar o país: “Não conseguimos dormir”

Destaques do NSC Total