nsc
dc

Pandemia

Chapecó anuncia restrições mais rígidas e fecha bares, cinemas e igrejas

Decreto vale a partir da meia-noite deste sábado (13) para domingo (14) e atende a uma recomendação do MP; Oeste vive colapso no sistema de saúde

13/02/2021 - 14h21 - Atualizada em: 13/02/2021 - 15h48

Compartilhe

Augusto
Por Augusto Ittner
Medidas se estendem até 22 de fevereiro
Medidas se estendem até 22 de fevereiro
(Foto: )

Chapecó anunciou no início da tarde deste sábado (13) medidas mais rígidas para frear o contágio do coronavírus. A prefeitura determinou a suspensão das atividades em bares, choperias, petiscarias e semelhantes, e também proibiu a abertura de cinemas, teatros e museus. O decreto, assinado pelo prefeito João Rodrigues, atende a uma recomendação feita pelo Ministério Público de Santa Catarina.

> Clique aqui e receba as principais notícias de SC no WhatsApp

> Sobe para 12 o número de regiões de SC em risco gravíssimo para a Covid-19

O promotor de plantão, Eduardo Sens do Santos, havia questionado a prefeitura de Chapecó sobre o porquê privilegiar segmentos não essenciais da economia em relação às aulas nas escolas, que tiveram o início suspenso na última semana. Na manhã deste sábado (13), Rodrigues chegou a fazer uma live alegando que lutaria “contra o lockdown” e que “a economia precisa girar”. 

Quatro horas depois, após a recomendação do MPSC, o prefeito recuou e anunciou as novas restrições.

As medidas valem a partir da meia-noite deste domingo (14) e se estendem até 22 de fevereiro. Os estabelecimentos que são alvo do decreto, conforme o próprio documento, são “locais destinados a happy hours ou consumo predominante de bebida em qualquer horário”. 

> Motorista de aplicativo que estuprou duas jovens durante corridas no Litoral de SC é preso no RS

Além disso, templos de qualquer religião, cinemas e teatros também deverão fechar as portas. Aqueles que descumprirem estarão sujeitos a interdição e ao pagamento de uma multa que pode chegar a R$ 150 mil.

> Aos 94 anos, ex-governador de SC Colombo Salles é vacinado contra Covid-19

Restaurantes, porém, não se enquadram nos comércios que terão suspender atividades, mas precisarão respeitar horários das 10h às 14h e das 18h às 22h. Essa especificação vale apenas para aqueles que servam almoço ou janta, não valendo para as chamadas petiscarias. Apesar da permissão de funcionamento, todos deverão respeitar os limites de ocupação e as regras de distanciamento e higienização.

Escolas fechadas

Um dia antes, outro decreto fechou as escolas das redes públicas e privadas. A decisão que envolve a área da educação, ao contrário do decreto deste sábado, é válida por tempo indeterminado, até segunda ordem. 

As decisões ocorrem no momento em que o Oeste vive o colapso da rede de saúde, com 94,9% dos leitos gerais de terapia intensiva (UTI) ocupados e 98,2% das vagas em leitos adulto preenchidas. 

Leia também

> Bolsonaro sinaliza volta do auxílio emergencial, por mais três ou quatro meses, a partir de março

> Saiba como consultar o Pis/Pasep 2021 pela internet

Colunistas