nsc
dc

Coronavírus

Chapecó receberá 100 mil testes para Covid-19 após pedir ajuda ao Ministério da Saúde

Em reunião com o Ministério da Saúde, o prefeito da cidade discutiu a criação de mais leitos e a vinda de médicos estrangeiros

23/02/2021 - 14h02 - Atualizada em: 23/02/2021 - 15h12

Compartilhe

Catarina
Por Catarina Duarte
João Rodrigues e o senador Jorginho Mello participaram da reunião com o ministro da Saúde
João Rodrigues e o senador Jorginho Mello participaram da reunião com o ministro da Saúde
(Foto: )

Após reunião com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, o prefeito de Chapecó João Rodrigues (PSD) anunciou que a cidade receberá 100 mil testes para detectar a Covid-19. No encontro também foi discutida a criação de mais leitos. Uma opção é a utilização do galpão do Hospital Regional do Oeste (HRO). A ida de profissionais do programa “Mais Médicos" para o município foi outro tópico discutido.

A reunião aconteceu na manhã desta terça-feira (23) em Brasília. Além de Rodrigues, senadores como Jorginho Mello (PL) e alguns deputados catarinenses também estiveram presentes. Em entrevista à CBN, o deputado federal Daniel Freitas, que é coordenador do Fórum Parlamentar Catarinense, disse ainda que 100 respiradores devem ser enviados para SC.

> Clique aqui e receba as principais notícias de Santa Catarina no WhatsApp

— Nós estamos atentos a todas as informações que o ministro passou. Para Chapecó já mandou imediatamente 100 mil testes e está autorizando 100 respiradores para Santa Catarina. As vacinas agora começam a chegar a partir do mês de março. [...] até outubro serão 500 milhões de vacinas para os brasileiros. Isso nos conforta — relatou Freitas.

> Após denúncias de aglomeração, prefeitura vai fechar parques e praças em Chapecó

Ainda segundo o deputado, o ministério colocou à disposição de Chapecó toda a estrutura para que sejam feitas, se necessário, transferências de pacientes para outros estados. A organização se faria de forma semelhante ao realizado em Manaus.

Chapecó vive colapso

O município enfrenta um colapso na rede de saúde. A falta de leitos de UTI e a alta nos casos de Covid-19. Um comitê de crise foi montado na cidade para buscar soluções para a região. Foi anunciada a abertura de mais vagas no Hospital Regional do Oeste e também no Hospital Regional São Paulo, em Xanxerê.

> Pescador encontra carro submerso com corpo dentro em rio no Litoral de SC

Para tentar conter o avanço da doença, o prefeito anunciou uma série de medidas mais restritivas. Entre elas, está o fechamento de serviços não essenciais por uma semana e a instituição de um “toque de recolher''.

Supermercados podem funcionar com capacidade limitada a 30% da ocupação. O transporte coletivo também segue em funcionamento, atendendo 50% do total de passageiros nos veículos. A fiscalização ficará a cargo da Guarda Municipal.

Leia mais:

Surtos de Covid-19 atingem escolas e creches de Blumenau

Mãe que compartilhava filha com namorados é condenada por estupro na Grande Florianópolis

Quem era o motorista encontrado por pescador submarino em carro no Litoral de SC

Colunistas