nsc
dc

Fortes chuvas

Chapecó terá "operação de guerra" após chuva afetar 1,5 mil pessoas

Prefeito prevê prazo de três dias para reestruturar estragos

22/06/2022 - 12h41 - Atualizada em: 22/06/2022 - 15h29

Compartilhe

Diane
Por Diane Bikel
Chuva chegou no município na noite de terça-feira (21)
Chuva chegou no município na noite de terça-feira (21)
(Foto: )

CORREÇÃO: cerca de 1,5 mil pessoas foram atingidas pela chuva e terão que consertar suas residências. No entanto, elas não estão desabrigadas conforme publicado entre 13h41 e as 16h05.

Uma mega ação está sendo montada pela prefeitura de Chapecó após as fortes chuvas afetarem pelo menos 1,5 mil pessoas nas últimas 24 horas. Segundo o prefeito do município, João Rodrigues, a "operação de guerra" vai reestruturar os estragos em até três dias.

> Receba notícias do DC via Telegram

— Todas as secretarias estão envolvidas. A prefeitura de Chapecó está funcionando a partir de agora para isso. Estamos cadastrando as famílias e já vamos começar a enviar materiais, algumas pessoas a própria prefeitura vai auxiliar na reconstrução das casas. Vamos doar cobertores, colchões e móveis. Uma operação de guerra, digamos assim — afirma Rodrigues.

Na manhã desta quarta-feira (22), o município decretou situação de emergência. O temporal que passou pelo Oeste no fim da noite de terça-feira (21) e na madrugada desta quarta-feira (22) deixou 500 residências danificadas em Chapecó. 

> Jovem que morreu enquanto abatia porco em SC entrou na faculdade no início do ano: “Ele era perfeito”

Segundo o prefeito da cidade, a situação deve ser resolvida até a próxima sexta-feira (25). Apesar de a previsão ainda apresentar chuva para as próximas horas, João Rodrigues afirma ter esperança de que tudo seja reorganizado dentro do prazo previsto.

Os estragos se concentram no distrito de Marechal Bormann, que suspendeu as aulas na Escola Estadual Marcolina Rodrigues da Silva. 

Leia também

Quarta-feira começa com tempo instável em SC e temperatura se aproxima dos 30ºC

Muro desaba e mata trabalhador em Palhoça, na Grande Florianópolis

Colunistas