nsc
an

Flexibilizações

Circulação de idosos e regras em estabelecimentos: o que muda a partir desta quarta-feira em Joinville

Outras medidas continuam valendo sem alterações no município que mantém nível "gravíssimo" de risco

09/09/2020 - 10h11 - Atualizada em: 09/09/2020 - 10h20

Compartilhe

Patrícia
Por Patrícia Della Justina
Mudanças estão destinadas a idosos e estabelecimentos de Joinville
Mudanças estão destinadas a idosos e estabelecimentos de Joinville
(Foto: )

As regras publicadas em decreto na última sexta-feira (4) começam a valer a partir desta quarta (9) em Joinville. As mudanças dizem respeito à permissão de circulação de idosos na cidade e à permanência de mais de um familliar em estabelecimentos do município. As demais medidas continuam valendo sem alterações. 

> Acompanhe o funcionamento de serviços em Joinville durante a pandemia de Covid-19

> Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do A Notícia

Idosos com idade igual ou superior a 60 anos terão novamente permissão para circular em Joinville sem as medidas restritivas que estavam definidas no último decreto publicado na cidade. O cenário de redução de internações em UTIs e enfermarias levou à decisão. Em nota, a Secretaria da Saúde orientou que as pessoas com 60 anos ou mais continuem adotando as medidas de proteção, como uso de máscaras, higienização e isolamento social, para evitar o contágio e propagação do vírus, pois fazem parte de grupo de risco.

A determinação anterior permitia o deslocamento do grupo pertencente a essa faixa etária sob as seguintes restrições: apenas para o trabalho, atendimento de saúde ou compra de alimentos e produtos de saúde. Agora elas estão suspensas. 

> Joinville e região continuam em nível “gravíssimo” na matriz de risco; novas flexibilizações vão levar mais tempo

A decisão havia sido publicada em junho de 2020 como medida para prevenir a disseminação do coronavírus, especialmente pelo alto número de mortes registradas em pessoas com idades acima dos 60 anos.

Já a outra flexibilização será com relação à permanência de mais de uma pessoa por família em estabelecimentos como supermercados, shoppings e demais estabelecimentos de comércio varejista ou atacadista. A limitação de ocupação havia sido estabelecida no fim de julho e, apartir desta quarta-feira, estão suspensas por período indeterminado.

> Plano estadual para volta às aulas, a ser apresentado nesta quarta, não vai mudar protocolo de Joinville

No entanto, outras regras continuam valendo. Os estabelecimentos podem atender somente 30% da capacidade máxima de lotação e os horários de atendimentos continuam limitados. 

Joinville precisa diminuir nível de risco para novas mudanças

Para que os estabelecimentos comerciais possam voltar a atender em capacidade acima dos atuais 30%, Joinville precisa reduzir a avaliação de risco de "gravíssimo" para “moderado”, o patamar de mais baixo risco da pandemia na classificação. A estratégia é da Secretaria de Saúde de Joinville.

> Após decreto sobre idosos, novas flexibilizações em Joinville só saem se região deixar situação “gravíssima”

A classificação de risco do governo do Estado é atualizada todas as quarta-feiras. O nível de maior gravidade é o “gravíssimo”. A escala seguinte é “grave”, seguido por “alto” e “moderado”. Em atualização nesta quarta, a cidade mantém o nível gravíssimo. 

> Joinville tem mais duas mortes e 216 novos casos de coronavírus; quase 12% da população foi testada

Colunistas