O fim do inquérito sobre a morte de Leandro Barcellos Freda, irmão do jogador Taison, do Sport Club Internacional, em Florianópolis, será adiado pela segunda vez por falta de revisão do laudo médico. A delegada responsável pelo caso, Carolina Surita, solicitou à Polícia Cientíca uma nova análise, em abril, que não foi finalizada até o momento.

Continua depois da publicidade

> Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

Um novo documento foi solicitado porque o primerio estava inconclusivo, segundo a delegada informou na época. A falta de confirmação sobre a causa da morte, que ocorreu em fevereiro em Canasvieiras, impede a conclusão do inquérito e, com isso, o adiamento da finalização das investigações.

> Irmão de jogador Taison morava em Florianópolis há menos de um ano: “Estava tão feliz”

A Polícia Civil já ouviu todas as testemunhas. Conforme Carolina, as pessoas afirmaram que o irmão do atleta invadiu os apartamentos, conforme Surita. De acordo com a ocorrência registrada pela Polícia Militar, os moradores do condomínio o imobilizaram até a chegada da guarnição, que constatou a morte no local. O caso segue sendo investigado como homicídio culposo.

Continua depois da publicidade

Leia também

MPF investiga conduta de hospital que negou aborto a menina de 11 anos em SC

O que se sabe sobre o caso da menina de 11 anos impedida de fazer aborto em SC

Homem que assassinou mãe há 10 anos é preso após ameaçar madrasta de morte em São José

Destaques do NSC Total