nsc
    santa

    No Nordeste

    Sem presença dos filhos e marido, corpo da mãe dos trigêmeos de Itajaí será velado em Sergipe

    Camila da Conceição será sepultada na cidade de Indiaroba (SE) neste sábado

    29/01/2021 - 09h37 - Atualizada em: 29/01/2021 - 14h48

    Compartilhe

    Augusto
    Por Augusto Ittner
    Camila tinha 32 anos e morreu por complicações pós-parto.
    Camila tinha 32 anos e morreu por complicações pós-parto.
    (Foto: )

    O corpo de Camila da Conceição, 32 anos, mãe dos trigêmeos que nasceram em Itajaí, será velado a partir da tarde deste sábado (30) no interior do Sergipe. A informação foi confirmada por parentes que estão ajudando a família.

    O caixão sairá de São José dos Pinhais (PR) com destino a São Paulo ainda durante esta sexta-feira (29) e deve chegar a Indiaroba (SE) pouco antes do meio-dia de sábado.

    > Receba notícias do Vale do Itajaí por WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Santa

    O velório e sepultamento, porém, ocorrerão sem a presença do pai das crianças e dos sete filhos de Camila — além dos trigêmeos, ela tinha quatro meninas, duas de três, uma de 11 e outra de 13 anos. 

    Segundo Altamir Santos, tio dos trigêmeos, a família “foi pega desprevenida” e não tem condições de arcar com as despesas aéreas da viagem até o Nordeste.

    — Ninguém vai poder ir e o dinheiro que estamos recebendo de doações vamos usar para o sustento dos trigêmeos e das outras crianças — afirma Altamir.

    > "Vai dar tudo certo", diz pai de trigêmeos de Itajaí sobre criação dos filhos após morte da esposa

    > Mãe amorosa e dedicada: quem era a mulher que morreu após dar à luz trigêmeos em Itajaí

    Alta nesta sexta-feira

    Os trigêmeos que nasceram na última terça-feira (26) no Hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí, devem receber alta ainda nesta sexta-feira (29). A expectativa dos familiares é de que até no início da tarde o trio já esteja em casa, sob os cuidados do pai e dos irmãos.

    Relembre

    Breno, Vitória e Valentina vieram ao mundo depois de uma cesárea, durante a manhã de terça-feira. De tão saudáveis, eles nem precisaram ir para a UTI Neonatal da unidade de saúde. A mãe, porém, seguiu hospitalizada e no dia seguinte precisou ser internada em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva. Ela precisou passar por cirurgias e morreu dois dias após o parto. Em nota, o hospital se manifestou dizendo que “solidariza com a família enlutada” e que prestará todo apoio.

    Com informações do G1 SC

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas