nsc
    dc

    HENRIQUE BILBAO

    Covid-19: como I.A. esta ajudando no mundo a respeito

    É neste momento que a tecnologia pode contribuir muito para a melhora desse cenário, levando informações de confiança para todas as pessoas dentro da sua própria casa

    07/08/2020 - 12h39

    Compartilhe

    Por Tech SC
    covid
    Covid-19: como I.A. esta ajudando no mundo a respeito.
    (Foto: )

    henrique
    (Foto: )

    Recentemente, diversas materiais têm exposto o quanto a pandemia pelo novo coronavírus (Covid-19) tem ocasionado colapso no sistema de saúde tanto público quanto privado. Pressionado com o aumento de internações em leitos comuns e em UTIs, vemos diariamente reportagens abordando o caos no atendimento de hospitais no Brasil e no mundo.

    Parte da busca em alta escala por hospitais e profissionais da saúde estão relacionadas a necessidade emergencial da população na busca pela informação. Como os sintomas do Covid-19 são fortemente associados à gripes e resfriados, a linha tênue que divide estes dois universos pode não ser compreendida por muitas pessoas, fazendo com que haja uma demanda de atendimentos e teste do novo Coronavírus as vezes sem necessidade. Estamos vivendo um cenário cujo a triagem atual exige um humano em todas as etapas, mas não possuímos médicos para atender toda a população em um curto período de tempo. Isso sem mencionar a superlotação de leitos e a exposição dos profissionais da saúde causam um alto risco de contaminação em hospitais.

    > Covid-19: como chatbots podem ajudar

    Uma matéria divulgada pela Rede Globo realizou um mapeamento do impacto do Covid-19 no sistema público de saúde de todo o Brasil e trouxe dados alarmantes. No Ceará, por exemplo, não há mais leitos UTI disponíveis. No Amazonas, principalmente na capital, Manaus, a taxa de ocupação já está próxima dos 90%. No Rio de Janeiro, 74%. Na capital a taxa é de quase 90%. São Paulo tem 60% dos leitos de UTI ocupados levando-se em conta a rede do estado inteiro. Na Grande São Paulo, a taxa sobe para 80%.

    É neste momento que a tecnologia pode contribuir muito para a melhora desse cenário, levando informações de confiança para todas as pessoas dentro da sua própria casa. Grandes instituições como a UNICEF, o Ministério da Saúde, prefeituras por todo o Brasil, a Microsoft, inúmeros hospitais, entre outros, estão fazendo uso dos chatbots para poder munir seus usuários de informações confiáveis e orientações sobre o novo Coronavírus. Profissionais da área da tecnologia de todo o mundo foram recrutados para criar ferramentas para ajudar as pessoas a enfrentarem a crise, dando suporte e orientação neste momento delicado sem que haja necessidade das mesmas saírem de suas casas.

    > Uma breve História da I.A.

    A tecnologia neste momento “é essencial que as famílias tenham acesso a informação de qualidade diante desta situação, para que as medidas necessárias possam ser tomadas em prol do bem-estar e da saúde de suas crianças e seus adolescentes”, diz Florence Bauer, representante do UNICEF no Brasil. Neste momento, informações de fontes seguras fazem toda a diferença. Espalhe esta ideia e fique em casa.

    Quer receber notícias por WhatsApp? Inscreva-se aqui

    Colunistas