nsc
nsc

Mais facilidade

Crédito com garantia imobiliária é alternativa para conseguir financiamentos maiores

Alienação de imóveis garante crédito em valores mais altos que empréstimos e com taxas melhores

30/07/2021 - 17h39

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
Crédito Keycash
Com o CGI é possível conseguir crédito financeiro colocando como garantia um imóvel já quitado.
(Foto: )

Existem diferentes modalidades de crédito para quem está procurando conseguir um aporte de dinheiro um pouco maior. Geralmente se busca por esse tipo de crédito quando há planos de comprar um imóvel, um automóvel parcelar alguma dívida ou algo mais caro. Dentre as opções, uma boa alternativa é o Crédito com Garantia Imobiliária (CGI), também chamado de Home Equity.

> Fintechs cresceram 34% em 2020, democratizando os serviços financeiros no Brasil

O Crédito com Garantia Imobiliária (CGI) é muito simples: trata-se de conseguir crédito financeiro colocando como garantia um imóvel já quitado. Isso significa que quem contrata esse tipo de financiamento consegue a liberação de uma quantia em dinheiro colocando uma casa ou apartamento como garantia, ou seja, na prática, está refinanciando o imóvel.

Colocar o imóvel como garantia do financiamento traz alguns benefícios. Para quem está precisando de crédito, as taxas de juros são mais baixas em relação às linhas de crédito pessoal, pois o bem alienado traz bastante segurança ao negócio. Pelo mesmo motivo o montante liberado é maior, podendo chegar a 60% do valor de mercado do imóvel.

O prazo para pagamento do Crédito com Garantia Imobiliária é bastante longo, costuma chegar a até 20 anos. Isso permite um maior planejamento para quem escolhe essa opção e diminui o valor mensal das parcelas, o que torna o pagamento mais acessível.

O dinheiro obtido com o CGI pode ser utilizado para qualquer fim, até mesmo para trocar uma dívida com juro alto por uma com taxas melhores. Os usos mais comuns são para dar entrada em um novo imóvel, conseguir capital de giro, levantar grandes quantias de dinheiro em emergências.

Quando se coloca um imóvel como garantia, na prática o que está acontecendo é chamado de alienação fiduciária, previsto na Lei 9.514/97. Contratos que preveem alienação fiduciária estabelecem que, caso a dívida não seja paga, o bem alienado será tomado para o pagamento do montante devido. Um bem alienado a uma instituição financeira também não pode ser vendido e nem servir de garantia para qualquer outro contrato. Em caso de inadimplência, a tomada do imóvel ou bem alienado é, na verdade, o último recurso. Antes de o banco ou instituição financeira tomar o bem do devedor, é obrigatório por lei enviar vários avisos de cobrança e tentar a negociação da dívida.

É possível contratar o Crédito com Garantia Imobiliária com um imóvel no qual se está morando, pois o direito de uso continua com o proprietário. Porém, não é possível vendê-lo até que a dívida seja quitada, por isso é importante não ter essa intenção em vista.

A maior vantagem para quem opta por contratar crédito com garantia imobiliária é a rapidez. A facilidade e a agilidade dos processos são muito grandes, toda a transação acontece online e sem maiores complicações. Fintechs como a Keycash oferecem esse tipo de serviço totalmente online, garantindo a pré-aprovação de uma proposta em até 24h.

Na Keycash, os valores de empréstimos são a partir de R$30mil e os imóveis colocados como garantia precisam ter uma avaliação de mercado de no mínimo R$170 mil.

É possível simular os valores no site da Keycash fazendo uma simulação sem compromisso para obter uma resposta.

Quer saber mais sobre o assunto? Confira o especial da Keycash no NSC Total.

Leia também

Instituições financeiras agora devem informar os clientes sobre remuneração na compra de ativos

Empresa catarinense aposta no digital para ampliar negócios e democratizar acesso a produtos

Colunistas