nsc
santa

Lazer

Crianças consolidam retomada do turismo em Pomerode

Atrações ao ar livre e voltadas às famílias são tidas como chave para a consolidação da retomada do turismo na cidade mais alemã do país

20/10/2021 - 09h56

Compartilhe

Bianca
Por Bianca Bertoli
Turismo familiar movimenta Pomerode
Turismo familiar movimenta Pomerode
(Foto: )

Nem os dias nublados e de chuva foram capazes de afastar os turistas de Pomerode neste mês de outubro. A retomada do setor depois de tempos difíceis na pandemia do coronavírus tem sido percebida desde o início do semestre, mas nos últimos dias foi acentuada por uma particularidade: as crianças. Com atrativos que encantam os pequenos, o município se tornou parada obrigatória para famílias. 

> Receba notícias de Blumenau e do Vale pelo WhatsApp

Quando a Covid-19 chegou à região do Vale do Itajaí no começo do ano passado, Pomerode preparava uma grande edição da Osterfest, a festa da Páscoa. Toda a programação do evento foi suspensa. A cidade então encontrou uma alternativa em meio a tantos desafios, a de reforçar as medidas sanitárias com a pandemia e lançar a campanha “O cuidado nos une”, através da Associação Visite Pomerode (Avip) e prefeitura. 

– Oferecemos um turismo com todos os cuidados (normas sanitárias de prevenção ao coronavírus) para que as pessoas se sintam seguras – resume a empresária Gicele Lanser Corrêa. 

As atrações ao ar livre (opção mais segura em período pandêmico) e voltadas às famílias são tidas como chaves para a consolidação da retomada do turismo em Pomerode. Cansadas do isolamento, as pessoas buscam no Vale Europeu voltar a conhecer novos cantos, mas com a sensação de segurança em relação à pandemia. 

> Condomínio de luxo em Gaspar terá quase 30 mil m² de lagos artificiais

> Por que o sol está de mal com Blumenau neste mês de outubro

Foi o que aconteceu com o casal paulista Danielle Maia, 40 anos, e Cássio Yorinori, 42. Junto com o filho de seis anos e três sobrinhos, eles desembarcaram no aeroporto de Navegantes no último domingo, dia 17. Planejaram o passeio por Penha, Balneário Camboriú e Pomerode para 2020, mas tiveram o cronograma interrompido pela crise sanitária. 

Vacinada, a família agendou a viagem, alugou um carro ao chegar em Santa Catarina e, mesmo com a chuva, encantou-se com o Vale do Itajaí: 

– Focamos em lugares que tenham atrações para crianças por causa do nosso filho. Chegamos a Pomerode e já aqui no portal está tudo dentro das normas (sanitárias). Não vamos abrir mão da prevenção mesmo com a imunização – contou Cássio. 

Danielle e Cássio vieram na última terça-feira, dia 19, depois que uma amiga, que esteve em Pomerode, indicou o local como parada obrigatória pelo charme e atrações. 

Danielle e família conheceram Pomerode nesta terça-feira (19)
Danielle e família conheceram Pomerode nesta terça-feira (19)
(Foto: )

Turismo familiar 

A vinda de famílias ao município durante as semanas de outubro surpreendeu quem trabalha no dia a dia com o público. Gicele revela que antes da pandemia até era comum ver as crianças nos dias úteis, mas em excursões das unidades de ensino. Agora, são os responsáveis que se organizaram para tirar férias fora da época do descanso escolar e lotar o município. 

> Hackepeter é receita fácil e rápida para saborear e matar as saudades da Oktoberfest

O turismo familiar tem suprido o de negócios, ainda afetado pela pandemia, observa a empresária. Antes do coronavírus, grande parte dos visitantes que paravam no município durante a semana estava a trabalho. Atualmente, essa demanda é menor, mas com o aumento de turistas a lazer, o impacto é minimizado. 

Entre os donos de pousadas, a estimativa é que durante os dias úteis de outubro a rede hoteleira esteja conseguindo alcançar 60% de ocupação. Nos finais de semana, 80%. Se os números continuarem assim, o movimento será maior que em outubro de 2019. 

Mudança no perfil dos turistas 

A pandemia acabou causando uma mudança no perfil e comportamento dos turistas. Se antes eles chegavam de van ou ônibus, em grupos, hoje há muitos que vêm de carro, em família, de cidades da região. A Avip e a prefeitura estimam que 80% dos visitantes moram em um raio de menos de 200 quilômetros de Pomerode. 

– Antes víamos mais turistas de fora do Estado, mas eles sempre foram minoria. E quem vem não quer bagunça, quer tranquilidade, conhecer a Pomerode que todo mundo fala. É o turismo de experiência – avalia a diretora executiva da Avip, Rejane Koch Goede. 

> Rota do Enxaimel, em Pomerode, é indicada pelo Ministério do Turismo a prêmio internacional

> Novo parque de Pomerode terá teleférico, mas não roda gigante

A secretária de Turismo de Pomerode, Gladys Siervert, complementa que conforme a vacinação contra a Covid-19 vai avançando, a presença de pessoas de outros estados na cidade aumenta. A tendência é que esse número cresça a partir de agora, já que a secretaria tem se empenhado na divulgação da cidade em diversos cantos do Brasil. 

Gladys lembra que a retomada já é sentida desde maio, quando os idosos e profissionais da saúde começaram a ficar completamente imunizados. De lá para cá, aos poucos, o movimento foi se intensificando. De julho em diante, então, a mudança foi ainda mais perceptível. A expectativa é grande para o próximo ano, com o retorno de eventos maiores, como a festa Pomerana. 

– Todos ficamos muito preocupados no ano passado. Empresários achavam que não aguentariam a crise, mas conseguiram. Nos próximos meses vamos ter uma retomada bastante significativa para consolidar Pomerode no turismo nacional – projeta a secretária. 

Por que Pomerode atrai tantos turistas? 

A pergunta é simples, a resposta nem tanto, mas Gladys arrisca um palpite: 

– É um conjunto de coisas. O estilo e organização contribui muito. A limpeza das ruas, os atrativos estruturados, a qualidade da gastronomia e dos serviços, o fato de termos as lojas de fábricas... É o conjunto que atrai as pessoas e faz com que elas gostem da cidade – analisa a secretária de Turismo. 

Entre as atrações mais famosas estão o zoológico, a festa Pomerana, a Osterfest, a Vila Encantada, os museus, as rotas turísticas, a gastronomia e os morros. No próximo ano a cidade deve inaugurar um novo parque e fomentar ainda mais o turismo para todas as idades e com a segurança necessária.

Leia também

> Oktoberfest Blumenau 2022; veja a data

> Quais cidades do mundo têm Oktoberfest; veja histórias de cada uma

> Blumenau sente falta da Oktoberfest? Uma pesquisa da Furb tentou descobrir

Asssita

Colunistas