nsc
hora_de_sc

Cinema

Curta-metragem feito em Florianópolis em 48 horas vence competição internacional

"A Fita Vermelha" se tornou a primeira produção brasileira a vencer o 48h Ibero Challenge 2021

23/12/2021 - 16h17

Compartilhe

Marina
Por Marina Martini Lopes
A Fita Vermelha
Além de levar o prêmio de Melhor Filme no 48h Ibero Challenge 2021, "A Fita Vermelha" também venceu nas categorias Elenco, Produção, Direção, Figurino, Roteiro, Fotografia e Edição
(Foto: )

O curta-metragem A Fita Vermelha, feito em Florianópolis, venceu o 48h Ibero Challenge 2021; competição internacional de cinema em que o objetivo é criar um curta-metragem em apenas 48 horas. É a primeira vez que uma produção brasileira vence o concurso.

> Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

O Ibero reúne diversas equipes em diferentes cidades do mundo. Um tema, um objeto de cena, um personagem e uma frase que devem ser usados no filme são sorteadas na hora; tudo para garantir que o curta de fato seja criado no período estabelecido - desde o conceito e roteiro, passando por produção, gravação, criação de personagens e pós-produção.

Neste ano, 34 curtas competiram pelo título - alguns com participações de peso, como as de Nick Farewell, roteirista multipremiado, e Talita Coling, atriz que já trabalhou em novelas da Globo e na série O Negócio, da HBO. A Fita Vermelha tem direção de Nestor Luiz, que trabalha com cinema desde 2018. Nestor é natural de Garopaba, mas vive em Florianópolis.

- Me senti muito lisongeado pelo prêmio - comenta o cineasta. - Foram 18 pessoas na equipe; pessoas que tem um trabalho no qual eu confio demais. Um filme dá errado se o diretor acha que pode fazer a função de cada profissional melhor do que cada um deles. Eu só direcionei eles. É muito incomum um diretor da minha idade, sabe? Eu tenho 25 anos. Mas, quando eles acreditaram em mim de volta, eu me senti pronto para tocar o projeto.

> Novo filme do Homem-Aranha vira arma para golpes

Além de levar o prêmio de Melhor Filme no 48h Ibero Challenge 2021, A Fita Vermelha também venceu nas categorias Elenco, Produção, Direção, Figurino, Roteiro, Fotografia e Edição. O curta será exibido no festival internacional Filmapalooza, que reúne vencedores de outros projetos de produção em 48 horas. O vencedor do Filmapalooza, por sua vez, será exibido no tradicional Festival de Cannes.

Nestor comenta que deseja trazer mais visibilidade para o cinema de Santa Catarina:

- Quero mostrar que é possível fazer cinema em Santa Catarina; um cinema que possa representar não só o Estado nacionalmente, mas mesmo o Brasil internacionalmente.

Leia também:

> Globo de Ouro 2022 anuncia indicados; premiação enfrenta polêmicas desde o ano passado

> Strange World: Disney revela detalhes de seu novo filme original

> Bora pro filme? Benedict Cumberbatch e Will Smith são apostas para o Oscar de Melhor Ator

Colunistas