nsc
an

Pandemia

Decreto de Joinville libera playgrounds e esportes recreativos com limitações

Regra serve para áreas de recreação infantil de estabelecimentos comerciais que deverão ter ocupação limitada em 30%. Decreto também estende por mais sete dias outras medidas

03/02/2021 - 13h30

Compartilhe

Patrícia
Por Patrícia Della Justina
Playgrounds de estabelecimentos comericiais poderão funcionar obedecendo regras sanitárias
Playgrounds de estabelecimentos comericiais poderão funcionar obedecendo regras sanitárias
(Foto: )

Em novo decreto publicado nesta quarta-feira (3), Joinville definiu regras para liberar o uso de áreas recreativas infantis em estabelecimentos comerciais, como parques e playgrounds, além de algumas atividades esportivas. As regras são válidas a partir desta quarta. 

> Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

Para locais de lazer infantil, os estabelecimentos comerciais e de alimentação precisam manter a limitação de permanência de pessoas em 30% da capacidade total de público. 

> Norte de SC vacinou menos de 1% da população contra o coronavírus em 15 dias

Já os esportes recreativos e de treinos ou jogos de futsal estão liberados. As atividades devem seguir as diretrizes sanitárias estabelecidas pela Secretaria da Saúde de SC (Portaria 664): 

 Dentre as exigências, até o fim da pandemia, os atletas terão que ter idade igual ou superior a 16 anos. O retorno das atividades ainda se dará de forma gradual e monitorada, considerando-se sempre a Avaliação do Risco Potencial de cada região. Toda a macrorregião Norde e Nordeste de Santa Catarina permanece em risco potencial gravíssimo, segundo o governo do estado.

Veja a seguir algumas das regras estabelecidas pelo governo estadual:

Nos dias das partidas, estipulou-se que somente as pessoas diretamente envolvidas no esporte podem acessar ao local e suas dependências – e em número reduzido ao mínimo necessário para sua execução.É importante que todos os participantes e presentes no local usem máscaras, retirando apenas quando estiver efetivamente jogando. Os árbitros devem fazer uso de máscaras e face shields durante os jogos: assim, eles devem utilizar apitos eletrônicos.A portaria também estabelece que ficam proibidas rodas de aquecimento e confraternizações antes e após o jogo, assim como o cumprimento físico. Não será permitido, enquanto durar a situação de emergência em saúde, a presença de acompanhantes, uso de churrasqueiras, coletes ou utilização de vestiários.

> Joinville fecha janeiro como o mês com mais mortes por coronavírus

Outras medidas prorrogadas por sete dias em Joinville

Foram prorrogadas por mais sete dias, contados a partir do dia 2 de fevereiro as seguintes determinações, disciplinads pelas normas sanitárias estaduais aplicáveis:

Limitação de público

A limitação de 30% da capacidade de público em shopping centers, supermercados e demais estabelecimentos de comércio varejista ou atacadista, academias, igrejas, templos e demais locais destinados a cultos e serviços religiosos, além de serviços que prestam atendimento presencial. A exceção desta limitação é para atividades financeiras desenvolvidas por bancos, casas lotéricas, cooperativas de crédito e afins, bem como os serviços de assistência à saúde, assistência social e atendimento à população em estado de vulnerabilidade. Entretanto, os estabelecimentos devem ainda observar a obrigatoriedade de uso de máscara, disponibilização de álcool para higienização das mãos e o distanciamento. 

Atividades em casas noturnas

Continuam suspensas as atividades desenvolvidas por casas noturnas, boates, pubs e casas de shows. Vale ressaltar que está em vigor a determinação que estes estabelecimentos podem comercializar alimentos e bebidas, com consumo no local, enquanto o atendimento presencial ao público estiver suspenso.

> O que falta para outros grupos serem imunizados contra a Covid-19 em Joinville

Eventos

Continua suspensa a realização de eventos como congressos, palestras, seminários, feiras e exposições e eventos sociais, o funcionamento de museus, bibliotecas, cinemas e teatros, a realização de eventos e competições esportivas organizados pela iniciativa privada e pela Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte). 

Hotéis

Continua suspenso o funcionamento de hotéis, pousadas e albergues.

Espaços públicos

Permanece suspensa a concentração e permanência de pessoas em espaços públicos de uso coletivo, como parques aquáticos, parques, rios e praças.  

> "Joinville enfrenta o desafio da pequena quantidade de doses", diz secretário de saúde

Confira o decreto na íntegra

Colunistas