nsc
an

Saúde

Vacinação em Joinville: o que falta para outros grupos serem imunizados contra a Covid-19

Aplicação das doses começou pelos profissionais da saúde e idosos em instituições de longa permanência

01/02/2021 - 06h46

Compartilhe

Hassan
Por Hassan Farias
Vacina contra a Covid-19 sendo aplicada no braço de uma pessoa
Vacinação contra a Covid-19 em Joinville começou em 19 de janeiro
(Foto: )

Joinville começou a vacinação contra o coronavírus pelos profissionais da saúde e idosos em instituições de longa permanência (ILPIs). Com a chegada de novas doses, surge a dúvida: o que falta para os outros grupos, como idosos com 60 anos ou mais, começarem a ser vacinados? O AN foi atrás de respostas.

> Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

A vacinação em Joinville segue o plano nacional, que dividiu a primeira fase de imunização em quatro grupos. Eles serão vacinados um de cada vez, começando pelo grupo 1, formado por profissionais da saúde, idosos em ILPIs e idosos com 75 anos ou mais. Este grupo é composto por quase 28 mil joinvilenses.

Até o momento, a maior cidade do Estado recebeu 9.634 doses da vacina - um lote de 5.624 unidades da CoronaVac e outro com 4.010 da Oxford/AstraZeneca. Será o suficiente para imunizar todos os 882 idosos institucionalizados em ILPIs e 67% dos 12,9 mil profissionais da saúde de Joinville.

> Copeira é a primeira vacinada contra a Covid-19 em Joinville

Para conseguir vacinar os profissionais da saúde restantes será necessário aguardar a chegada de novos lotes com vacinas, vindas do Ministério da Saúde. Apenas depois de concluir esses dois grupos prioritários é que deve começar a vacinação dos idosos em geral, iniciando por aqueles com 75 anos ou mais.

Vacinação de idosos com mais de 75 anos

Em Joinville, são aproximadamente 13,6 mil idosos com mais de 75 anos. Segundo a prefeitura, é possível que a vacinação seja realizada de forma escalonada, começando pelos mais idosos entre os que tem mais de 75 anos.

A imunização desse público, ainda sem data definida, deve acontecer nas salas de vacinação das unidades de saúde. Até o momento, os profissionais de saúde têm recebido a vacinação nos locais de trabalho e os idosos institucionalizados são imunizados nas ILPIs onde residem.

> Enfermeira de Joinville recebe vacina contra coronavírus no dia do aniversário

No entanto, não serão abertas todas as 53 unidades de saúde do município para a vacinação dos idosos com mais de 75 anos. Como o público ainda é reduzido e o número de vacinas disponíveis também não deve ser grande, apenas alguns locais serão abertos para a vacinação, incluindo a Sala Central no Centreventos Cau Hansen, que vai atender apenas por agendamento prévio.

Vacinação de idosos entre 60 e 74 anos

De acordo com a prefeitura, será necessário terminar a vacinação de todos os integrantes do grupo 1 - profissionais da saúde, idosos de ILPIs e idosos com mais de 75 anos - para começar a vacinação do grupo 2, formado por aproximadamente 44 mil idosos com idade de 60 a 74 anos.

> "Emoção de saber que a gente pode por fim a essa pandemia", comemorou primeira vacinada de Joinville

Se a velocidade de oferta de vacinas continuar a mesma, considerando que Joinville recebeu menos de 10 mil doses até agora, o grupo 2 ainda terá de esperar algum tempo para começar a ser vacinado.

Pessoas com comorbidades e professores

O grupo 3 começará logo após o término da vacinação de idosos com idade de 60 a 74 anos. Ele é formado por pessoas com comorbidades definidas pelo Plano Nacional de Imunização. Em Joinville, corresponde a 35 mil pessoas.

> Profissionais de todos os hospitais de Joinville já começaram a receber a vacina

Em seguida, abre-se a imunização do grupo 4, composto por cerca de 4 mil professores, 1,5 mil profissionais das forças de segurança e 300 profissionais do sistema prisional.

Quando todos eles foram vacinados, terá encerrado a imunização de toda a primeira fase prevista no plano nacional. A partir daí, é previsto o início da vacinação da população em geral.

Colunistas