nsc

    Tempo

    Defesa Civil de Florianópolis segue em alerta para risco de novos alagamentos

    Chuva deve persistir nesta sexta-feira, sobretudo durante a manhã

    22/01/2021 - 08h53 - Atualizada em: 22/01/2021 - 14h53

    Compartilhe

    Juliana
    Por Juliana Gomes
    Chuva persiste em Florianópolis no Morro da Cruz
    Chuva persiste em Florianópolis no Morro da Cruz
    (Foto: )

    Na manhã desta sexta-feira (22), o volume de chuva em Florianópolis atingiu cerca de 50 mm, de acordo com o diretor de Defesa Civil Luiz Eduardo Machado. Houve uma redução na intensidade desde a noite dessa quinta-feira (21), mas ainda assim, novos alagamentos foram relatados à Defesa Civil, que segue alerta para os riscos de novas ocorrências, principalmente deslizamento de encostas.

    > Chuva em SC provoca alagamentos e deslizamentos de terra

    > Chuva causa deslizamentos e deixa cidades do Norte de SC em estado de alerta

    Até as 12h, as regiões que registraram chuva mais forte foram Centro, Norte, Sul e Leste da Ilha. No bairro Campeche, no Sul da Ilha, a sexta-feira amanheceu com a Rua José Elias Lopes coberta pela água. O problema é registrado toda vez que cai chuva forte.

    Para evitar o trânsito de veículos no local, e que a água avance sobre as casas da região, os moradores improvisaram uma barreira com placas de isopor, mas ainda assim, alguns carros insistem em trafegar por lá.

    Ao menos 20 registros de transtornos relacionadas à chuva foram registrados no município na última quinta. Ninguém ficou ferido.

    - Nas últimas 12 horas, houve uma trégua, do ponto de vista de volume, foram bem baixos para Florianópolis, não tivemos registros de ocorrências graves, tivemos apenas aquele na Lagoinha do Norte, que teve maior gravidade. Permanece a condição de chuva principalmente no período da manhã, pode acontecer 6h30 de acumulados mais significativos - destacou Machado.

    > Veja como receber alertas de temporal da Defesa Civil de SC e evitar notícias falsas

    A Defesa Civil reforça que a população deve ficar atenta ao menor sinal de movimentação do solo, árvore inclinada ou rachadura em residências, procurar um local seguro e discar 199.

    Nessa quinta, na Estrada Jaime de Arruda Ramos, em Ponta das Canas, houve um deslizamento de encosta, que cobriu a via de terra, bloqueando o tráfego no local.

    - Em nível de transtornos, perduram principalmente no Norte da Ilha. Os serviços de hidrojateamento continuam. Praticamente, trabalhamos 24 horas por dia, dando suporte para aquelas ruas que que tem mais problemas de escoamento - pontuou Machado.

    Em Palhoça, a Defesa Civil municipal informou que algumas ruas apresentaram alagamentos pontuais nas últimas horas, mas o trânsito não foi afetado.

    Leia também

    > Chuvas em Blumenau já causam 44 deslizamentos

    > Bombeiros e Defesa Civil orientam como evitar riscos durante chuva forte

    Temas:

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas